Arquivo da tag: nacional

O Milagre de Clarinha – Joana Amorim

O Milagre de Clarinha é uma história , mas que acontece na vida real com as nossas crianças, por serem doces e inocentes são alvo de pessoas ruins e com intenções duvidosas. São exploradas, tiradas de seus lares, roubando-as de uma vida de amor e carinho para colocá-las em uma situação de humilhação e sofrimento. Clarinha nos mostra que a esperança e a fé fazem milagres e acreditar que as coisas podem mudar quando pedimos do fundo do nosso coração e nos dá esperança, e que em algum lugar quando mais precisamos, alguém nos ouve e nos resgata.

image

Livro pequeno mas emocionante da autora Joana Amorim, O Milagre de Clarinha conta a história dessa doce e inocente menininha que aprende de maneira dura a não confiar nas pessoas. Apesar de não ter costume de ler o gênero infantil desde que passei pelos contos da Bruxa Onilda, este livro foi uma experiência que me lembrou como crianças podem ser inocentes e como nós precisamos ter sempre um extremo cuidado com elas para que não lhe aconteça nenhum mal.

O que eu mais gostei nesse livro, foi o fato de que a história é simples e a autora sabia que ela era simples. Pode ser estranho dizer isso, mas todo leitor sabe que sempre tem aquele autor que faz coisas mirabolantes em uma história que de todo modo se torna desnecessário. Porém aqui não houve isso. Não só por ser um livro pequeno, a leitura dele fluiu com facilidade pois ele tinha uma simplicidade tão profunda sabendo onde crescer e onde não se alargar.

Eu gostei muito deste livro. Estou profundamente satisfeita. Aos pais que querem dar aos seus filhos miúdos ou aos mais crescidinhos um livro para não só aprenderem a ler como também para terem uma lição de vida, esta aqui uma ótima opção que não vai causar arrependimento.

Título: O Milagre de Clarinha
Autora: Joana Amorim
Páginas: 42 (versão digital)
Editora: Autografia
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Lembranças do Oriente – Artur Laizo.

Patrícia é uma menina criada com mimos e cuidados excesssivos, levando uma vida normal para sua idade. Apresentou, no entanto, uma mudança brusca após a morte de sua mãe, tendo que provar para toda sua familia que era uma mulher capaz de gerir os próprios bens e cuidar de sua vida. Por razões que o próprio destino nos impõe, se vê envolvida numa situação que a leva percorrer um caminho reencarnacionistas através dos seculos, atrás de explicações sobre seus amuletos. Jóias que lhe caíram em mãos por lhe serem destinadas ja em vidas passadas. Ela então vai ter que lutar para salvar, inclusive, a própria vida. Lembranças do Oriente é uma trama simples que nos leva a mistérios e magias sempre com a presença de muito amor.

image

Esse livro do Artur Laizo é ao mesmo tempo intrigante e simples. Apesar de não haver grandes surpresas na história, ela ficou bem intricada para tudo fazer sentido no final. Eu gostei do livro e, mesmo que ele seja bem diferente da leitura que costumo procurar, foi uma experiencia interessante.

O livro gira inicialmente em torno de Patrícia focando na sua vida após a perda do pai e na sua relação amorosa com sua mãe. É muito bonito ver como mãe e filha não tem dificuldade para se entender e agem como melhores amigas. Por isso é muito difícil ver o modo como a garota fica quando sua mãe morre. E ao mesmo tempo é inspirador ver a força com que ela rege a sua vida após tal fato, mostrando a todos que é uma mulher madura e dona de si.

Porém eu não gostei de alguns pontos no livro que de certa forma ficaram desconexos com a história. Talvez tenha sido eu que não tenha entendido bem já que eu demorei um certo tempo para ganhar ritimo de leitura me fazendo demorar muito para terminar o livro. Mas essa pequena indagação ficou e eu realmente não gosto desse tipo de situação em leitura.

Fato a parte, eu achei o livro divertido e interessante do escritor. É uma obra que valeu a pena a leitura e mesmo que tenha uma pequena falha, eu ainda gostei de tê-la acompanhado. E para quem não sabe, o escritor mantem um blog aqui no WordPress para amantes da leitura chamado Pão de Cravo e Prosa e eu super sugiro que você dê uma passadinha lá.

Título: Lembranças do Oriente
Autor: Artur Laizo
Ano: 2003
Editora: Scortecci
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟

Deixe-me Entrar – Letícia Godoy

Julianne Ipswich cresceu confinada no internato Le Rosey, afastada de sua família com o pretexto de receber uma educação de qualidade. Este fato sempre a incomodou e o maior desejo de Julianne era descobrir a verdade para que a família tenha a afastado, uma vez que não ficou convencida de que a preocupação com os seus estudos seria o único motivo. Ao completar 15 anos, ela retorna para Stone Forest, a cidade de seus pais, e, aos poucos, acaba descobrindo mais do que gostaria de saber. Cercada por muito mais perigos e desafios do que ela jamais pôde imaginar que surgiriam em sua vida, Julianne precisará desvendar os mistérios de seu passado e preparar-se para os desafios do futuro rapidamente se quiser sobreviver. As vozes se misturam, os olhos sedentos nunca param de espreitar e o perigo está onde ela menos imagina. Será que Julianne conseguirá enfrentar tudo isso?

image

Eu nunca fui uma fã alucinada por temas sobrenaturais que envolvem vampiros já que tinha muitos por aí que me revelaram serem decepcionantes. Apenas alguns brasileiros realmente me fizeram apaixonar em suas histórias, e Deixa-me Entrar de Letícia Godoy se tornou um deles.

O livro começa a ser contado no passado mostrando um pouco do que podemos esperar para o futuro do livro. Esse início e fundamental para o densenrolar da trama que terá pontos fortes correlacionados a eles. O meu maior problema com o livro foi depois desse prólogo pois a história de verdade só começou muito depois me deixando um pouco fatigada. Isto porque a autora se prende muito em mostrar como era a vida de Julianne no internato e as pessoas que a rodeavam. E só depois que ela sai da escola, voltando para casa  é que eu percebi que enfim comecei a me encaminhar para o ponto que realmente interessava.

Isto porque seus tutores contam a ela um segredo de arrepiar: que eles são vampiros. Essa revelação que foi muito bem abordada e sacada pela autora. Porque isto prepara Julianne para o que estava por vir e mesmo que sua reação inicial fosse de ficar histérica, depois ela acabou acreditando e desse modo prestando mais atenção nas coisas ao seu redor. Como quando volta para casa e percebe que seus irmãos não envelheceram nem um pouco. Se tornando mais um gancho para a descoberta seguinte de que seus numerosa família também são clã antigo de vampiros.

Esta obra da Letícia foi bem de altos e baixos e exemplo do tipo de história com jeito de oito ou oitenta pois ou voce irá gostar bastante ou você irá detestar o livro. Pois a personagem principal só tem quinze anos logo ela tem vários dramas adolescentes e imprudências relacionadas a ela. Mas muito embora isto tenha me causado um estresse com a personagem (que não conseguiu me agradar), o verdadeiro cerne do livro, a mitologia e o sobrenatural me fez realmente acreditar no verossímil o que foi maravilhoso.

Sugiro que todo mundo leia e tire suas próprias conclusões. A historia é escrita de forma fluída e envolvemente e cada um que ler terá seus próprios pensamentos sobre ela.

Título: Deixe-me Entrar
Autora: Letícia Godoy
Ano: 2016
Editora: Arwen
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟

Amar Vale A Pena (Recomeçar) – Luana Barros

Gustavo e Luiza formam uma família linda e feliz. Juntos criam Malu, filha dele com outra mulher. Mas a vida não continuará assim… A mãe de sangue da criança volta para reivindicar os direitos que abriu mão ao abandoná-la. Luiza vai embora por amor à filha de criação. Gustavo se desespera ao ver sua vida destruída. Em Londres, Luiza conhece pessoas de diferentes lugares do mundo, faz muitas amizades e se diverte bastante, apesar da saudade que sente dos amores deixados no Brasil. Uma história emocionante que mostra que em todos os lugares e em todas as línguas, todos amam e querem um amor verdadeiro. O livro toca a alma e o coração dos leitores, arranca sorrisos, lágrimas e suspiros… Faz brotar os melhores sentimentos.

image

Romances neste estilo do livro nunca me chamaram muita atenção e eu raramente gosto quando termino de ler. Porém o livro da Luana Barros foi no mínimo surpreendente. Eu não sei dizer o que eu esperava sobre esse livro, mas ele me suspreendeu bastante. Acho que assimilei certinho o que a autora quis passar e com certezas amar vale a pena.

Luíza é uma personagem divertida, que se tornou daquele tipo que “eu nem te conheço, mas já considero pakas” logo no começo da história. E depois aos poucos vai se tornando uma amiga especial de quem queremos saber todos os segredos. E eu fiquei super encantada com os  sentimentos que a Lu tinha por sua filha do coração Malu. Eu não conseguia imaginar ver uma longe da outra.

Gustavo é um príncipe encantado que me consquistou. Não sou muito fã de caras perfeitos, mas este era perfeito para o meu gosto (se cuida Luiza kkk). Sua relação com Lu é de companheirismo e amor. Os dois se encaixam um no outro e mesmo que tenham algumas diferenças eles juntos arrumam uma solução. Gustavo porém, não consegue fugir do amor, que eu diria que é doentio de sua ex Natália, ficando um pouco a mercê de certas situações ela provoca.

Eu amei esse livro. Ele conta uma historia bem tocamte sobre amor de variadas formas. Entre homem e mulher, pais e filhos e amigos. Estou satisfeita em como a história acabou, porque mesmo que fosse previsível, o modo como Luana me conduziu ate lá foi espetacular.

Titulo: Amar Vale A Pena (Recomeçar)
Autora: Luana Barros
Editora: Chiado
Ano: 2016
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Despertar – Mari Scotti – Nefilins Livro 03

O último lugar que Suzanna desejaria visitar, após o sequestro de sua alma, é o Inferno. Mas é para lá que suas visões a guiam. As consequências da sentença de seu julgamento colocarão à prova suas decisões. O destino da humanidade reside em suas mãos, e o despertar de uma grandiosa escolha recairá sobre seu coração. Será o amor mais forte que o dever?

image

Em Sonhos tinha ficado surpresa. No último livro de Mari Scotti eu tive quase um ataque cardíaco pela reviravolta surpreendente que me deixou sem fôlego. Aquele baque emocional de que tudo que você menos espera acontece durante a leitura.

Não tem como eu falar sobre esse livro sem dar spoiler dele. Então resolvi focar um pouco nos personagens principais principalmente na nossa mocinha Suzanna. Notei que a moça evoluiu bastante de uma leitura para a outra que em vez de ser a vítima indefesa agora ela começou a tomar decisões e isso foi muito importante na leitura pois mostra como Suzanna amadureceu. Assim como o fato que muita de sua impulsividade que lhe levava ao erro também desapareceu (ou grande parte dela).

Arthur e Pietro foram uma das partes que mais ansiava de como seria a relação dos irmãos durante o terceiro livro. Não só relacionados a garota (Pietro, lindo maravilhoso e irresistível e Arthur o fofo que nos conquista), mas principalmente o convivio e a aceitação do passado que possuíam par a construírem um futuro juntos como irmãos. Gostei muito de como as coisas fluíram nessa jornada dos dois e acho que Mari não deixou a desejar.

Houve também personagens que me surpreenderam ao extremo. Bruna e Demétria que o diga (Jesus, a Bruna até hoje me deixa aturdida). E outros que por sua partida me emocionaram. A cena com os avós de Suzanna me quebrou.

Esse sem dúvida foi o melhor livro dos três (e cá entre nós, como eu já tinha amado os outros livros isto quer dizer muita coisa). Houve tudo que eu precisava para me apaixonar por ele. Ótimos personagens, surpresa, ação e aquele grande Porquê do que é o que a autora queria passar para gente ficou claro. Pelo menos eu acho que sim: Nós não precisamos seguir a linha que o destino traça para nós. Isto é ilusão. Nossas escolhas e nosso coração que irão nos guiar no caminho que queremos seguir.

Vou ficar com saudades dessa historia e aquele gostinho maravilhoso de que tudo foi como tinha que ser. 

Titulo: Despertar
Série: Nefilins
Autora: Mari Scotti
Ano: 2016
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Semana Hibrida – Primeiro dia.

Oii gente leitora. Bem vindos ao início dos posts semanais em comemoração ao lançamento da segunda edição do livro Híbrida de Mari Scotti.

Para quem ainda não conhece o livro da autora, saibam que ele faz parte de uma série chamada Neblina e Escuridão sendo este o primeiro livro.

image

Por toda a vida, Ellene teve a sensação de ser diferente de seus irmãos e dos moradores de sua vila, pois não adquiriu características de lobo, como era esperado. Com um espírito rebelde, resolve desvendar o passado em busca de sua verdadeira origem. O que não planejava era entrar no meio de uma rixa entre vampiros, a raça que aprendeu a temer e odiar desde menina. Para piorar, seus pesadelos voltaram: sonhos com um homem misterioso de olhos ameaçadores, envolvido por uma densa neblina.
Há quase cem anos a rainha dos vampiros foi sequestrada e seu marido, Milosh, desde então busca incessantemente encontrá-la. O tempo é escasso e as autoridades do Conselho desejam eleger um rei cruel em seu lugar. Na tentativa de tardar a mudança, ele se une à maior inimiga da rainha. Qualquer erro pode condená-lo à morte e subjugar todos os seus iguais. Ellene e Milosh mal sabem que aquilo que buscam os colocará frente a frente, em uma trama de intrigas, poder, amor e ódio.

“Apaixonante e emocionante do começo ao fim. Vai ficar para sempre na memória como o livro que me deu colo quando fiquei órfã de Crepúsculo.”

Larissa Azevedo – coautora da série “Minha vida” e blogueira do Burn book.

image

Detalhes sobre o lançamento da segunda edição:

*Híbrida já está disponível no site da Saraiva link: clique aqui.
*Evento de lançamento: Página no Facebook

Data de lançamento e envento:
*Bate-papo com convidados e sorteios
LIVRARIA SARAIVA – SHOPPING PAULISTA
*11/06 às 15:00h

Quem comparecer ao evento de lançamento e comprar um exemplar de Híbrida, segunda edição (ou levar o seu, mas da segunda edição), ganhará um cupom para concorrer a um Kindle!

Continuar lendo Semana Hibrida – Primeiro dia.

Insônia – Mari Scotti

Suzanna foi a única sobrevivente do acidente que matou seus pais, salva por alguém que ninguém acredita existir. Quando está perto de completar dezoito anos, coisas estranhas passam a acontecer envolvendo este homem misterioso. Dois rapazes surgem em sua vida, que parecem saber muito mais sobre ela do que revelam.
O que ela desconhece é que uma simples escolha poderá alterar o destino de sua alma.

image

Impressionante. Quando ouvi falar a primeira vez da série Nefilins de Mari Scotti não tinha prestado muita atenção por causa da coisa do sobrenatural.  Até que li uma resenha fantástica a Keth e pensei que precisava muito ler um livro. Naquele velha sensação: pra ontem!! Então cerca de dois meses dois meses depois, cá estou boquiaberta com com a história de Mari. Porque não foi nada do que eu esperava e não tem coisa melhor que te surpreenderem assim.

O livro, em primeiro lugar, não é arrastado pessoas. Sabe aquele livro que você tem a velha sensação de que não vai acabar mais? Pois isso não ocorre aqui. O livro flui. Porque mesmo que contado em primeira pessoa (não tenho preferência por essa linguagem), ele não sai cheio de “meio-mundo” de pensamentos desnecessários que transformam o livro em um mar de exaustão. Pelo contrário, ele ganha ritmo seguindo um compasso próprio.
Seus personagens são únicos. Suzanna não é o tipo de personagem que eu caio de amores. Não que ela seja chata ou impertinente de mais. Apenas personagens bobinhas como ela não ganham minha simpatia, embora a mesma evolua durante a história. Já os rapazes, Pietro e Arthur  são como chocolate e coxinha. Amamos os dois de maneiras diferentes mesmo que não se misturem. Embora eu não tenha tido dificuldades na descoberta quem era o mais malvado a principio(quando você lê muito suspense acaba criando um talento para esse lado detetive), a pergunta do “porquê?” ainda ficou presente até o final do livro. E mesmo assim, ainda tenho uma dúvida brincando na minha cabeça se um ou outro são realmente o que parecem ser.

E mais ainda, um fato que percebi era que os três juntos não eram só um triângulo amoroso complicado. Havia um desejo ali, não relacionados a ela, mas relacionados a eles, os rapazes.

É um livro que realmente vale muito a pena. Pela diferença da história.  Não o tema de anjos que temos muitos por aí . Mas o modo como ela foi contada e transformada para ser magnífica e estonteante aos olhos famintos do leitor.

No Mundo Da Luna – Carina Rissi.

A resenha de hoje é especial para os amantes de livros românticos. Aqueles que adoram uma comédia e uma pitada de sensualidade atrás de sua leitura. Livro mais que perfeito de Carina Rissi. Escrito de maneira leve a autora da serie Perdia e de Procura-se um Marido ela não decepciona.

image

O livro conta a história da jovem Luna Braga de modo que sinto pena da bichinha. Por que vamos combinar trabalhar naquilo que não se ama é péssimo, ter um carro que não pega direito é desastroso, e ainda por cima ser traída pelo namorado é um massacre na auto-estima de qualquer mulher.

Mas conforme vamos lendo o livro, sentimos as mudanças que ocorrem na vida da moça logo depois dela receber uma coluna na revista. A primeira é que sua carreira da uma guinada já que como dito ela ganhou uma coluna na Fatos&Furos e mesmo que não seja o que ela queria – afinal, Luna não entende nada de astronomia para falar de horóscopo -, ainda sim é um fato de extrema importância. E o segundo é que a jornalista finalmente parece ter começado a esquecer o namorado, por culpa de uma nova paixão que surge em seu caminho.

Porém, a vida de Luna não está predestinada a ser fácil. A garota está interessada em Viny um rapaz vi bem-apessoado que também está com um ar de “te quero” para ela. Mas em seu caminho, numa noite de bebedeira e de dois corações partidos seu chefe mau-humorado entra em seu caminho para lhe arrebatar os sentidos e lhe mostrar que nada na vida é como planejamos.

Luna Braga é uma personagem típica de Carina. Bem-humorada e de gênio forte que luta para ter um futuro. Além de tudo isso, Luna também é meio cigana, mas tenta não ligar muito para esse lado e não deixar que tais supertições lhe guiarem na vida. Ela é uma personagem bem divertida que super deu certo com seu par romântico.

Livros como o de Carina, que me fazem suspirar com histórias de amor e dar boas gargalhadas são um pouquinho raros. Afinal de contas, não sou dada a leituras românticas – coisa que é quase impossível já que todo livro tem esse lado açucarado – e por isso acredite quando te digo que esse livro é perfeito.

Meu agradecimento especial, além de agradecer a Carina pela história é claro, vai para a Marje Books que me indicou a história. Obrigado, Flor. E antes que eu me esqueça, o carro de Luna, foi o maior lutador da história. Palmas pra ele que sobreviveu as loucuras da mente de Carina Rissi.

Bjs.
Até o próximo post.