Arquivo da tag: nacional

| NOTÍCIAS | Lançamento: O Inominável – Gustavo Lopes

Gustavo Lopes é um novo autor brasileiro que lida com temas difíceis e um tanto pesados. Com suas obras publicadas de forma gratuita no Wattpad e no Luvbook, Lopes traz um mundo de tensão e mistério em seu livro O Inominável.

image

SINOPSE: Um grupo de amigos, estudantes do ensino médio, encontram um livro, jamais visto até então na biblioteca de sua escola, e resolvem provar a veracidade de seu conteúdo, instruções para um ritual aparentemente inofensivo e extremamente tentador. Motivados por um histórico de bullying e a promessa de um fim definitivo para os seus problemas, Andreia, Augusto “Bolinha”, Davi e Thalita partem em uma jornada sem retorno, rumo à escuridão inominável que habita em seus corações.

Não perca a oportunidade de ler o livro de estreia do autor. Faça login nas plataformas e adiquira seu exemplar.

Anúncios

| NOTÍCIAS | Nova Antologia de Contos da Soraya Abuchaim.

Oii genteee. Bom dia, tarde ou noite. Seja a hora que for que você esteja lendo essa postagem. Tenho uma super novidade para vocês e acredito que os escritores principalmente vão amar: A Soraya Abuchaim está coordenando uma antologia de terror chamada INSANIDADE em parceria com a Editora Skull.

image

SINOPSE: “Década de 1950. Em uma cidade esquecida no interior do Acre, norte do Brasil, há um sanatório centenário que trata pacientes portadores das mais diversas doenças mentais.
Em meio à construção de pedras cinzentas e geladas, sob o sol inclemente de um verão quente e eterno, escondem-se segredos capazes de assombrar as noites mais tranquilas.
Quartos transformados em celas, salas escondidas, laboratórios secretos, experimentos em humanos.
O que acontece atrás daquelas paredes? Quem são os “doentes”? Quais suas histórias?
Médicos impiedosos, enfermeiras maléficas, gritos que cortam a noite escura. Bem vindo ao sanatório Santa Dimpna.”

───※ ·❆· ※───

Os contos a serem publicados devem seguir o gênero suspense e terror. Serão 20 contos escolhidos onde estes devem ser feitos sob a perspectiva de um médico ou de um paciente dentro do sanatório: mas o autor pode usar dos elementos que quiser para dar vida a história como tempo e locações (salas, quartos). Cada conto deve ter no máximo DEZ MIL CARACTERE e deverão ser encaminhados ao email skulleditora@gmail.com da Editora Skull com uma cópia para o email da autora organizadora soraya.abuchaim@gmail.com, Soraya Abuchaim. Ainda teremos a brilhante participação de dois nomes da nova literatura de terror nacional Glau Kemp e Jhefferson Passos.

───※ ·❆· ※───

DETALHES DE PRAZO E PUBLICAÇÃO.

• O prazo de inscrição é de 18/07/2017 até 15/08/2017.
• Serão aceitos contos de maiores de 18 anos.
• Para as despesas de publicação, o autor selecionado terá um custo de R$ 120,00, e terá direito a cinco exemplares + brinde da editora.
• A publicação dos livros esta prevista para setembro ou outubro.

image

Então gente, todos vocês que sonham em ter obras publicadas e que querem que o Brasil conheça seu trabalho não perca essa oportunidade. Vai ser uma antologia e tanto. Vocês poderiam explorar desde o mais profundo pensamento humano até a realidade das coisas. A natureza está às suas mãos. Não perca.

PARA MAIS INFORMAÇÕES: EDITORA SKULL

| RESENHA | Corda Sobre O Abismo – Marcelo Pereira Rodrigues.

image

image

Título: Corda Sobre O Abismo.
Subtítulo: O Elogio da Desesperança.
Autor: Marcelo Pereira Rodrigues.
Editora: Chiado.
Ano: 2016
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Sinopse: Fictício, contemporâneo e urbano, o romance filosófico “Corda sobre o abismo” conta com altas doses de introspecção. Denizard é filósofo, professor, escritor diletante e crítico do mundo à sua volta. Sua aguda racionalidade contrasta-se com os encontros, sutis ou profundos, que acontecem numa São Paulo desvairada: trânsito caótico, violência, relacionamentos vazios e fúteis. Seu equilíbrio racional cai por terra após uma noite de bebedeira: sentindo que caminhava por uma tênue corda sobre um abismo, sua vida sofre uma derrocada. Esse fragilizar-se leva nosso personagem a reerguer-se e dentro desse processo surgem os diálogos surreais sonhando com escritores mortos, de Lima Barreto a Albert Camus, dentre outros.
A veia ferina e irônica de Denizard vai se humanizando aos poucos, os sentimentos e a razão acompanham seu crescimento e uma nova visão de mundo vai se descortinando. Um livro ágil e direto, engraçado e surreal em muitas de suas passagens, evidenciando que o salto em favor da obra é sempre uma fuga necessária.

O livro Corda Sobre O Abismo foi diferente do que eu esperava para ele. O ponto que mais me agradou foi o personagem principal, Denizard que de modo afiado crítica tudo e todos ao seu redor. Se você levar ao pé da letra o fato de que ele é um professor de filosofia em um romance filosófico, achará que o livro se tornará maçante pelas sempre reflexões profundas sobre todas as coisas. Mas ao contrário disso, como uma ótima surpresa, o livro se desenvolve de uma forma cômica e inteligente instingando o leitor à junto com Denizard, pensar sobre os acontecimentos mais que estranhos que estão pipocando ao passar das páginas.

O modo como a história se desenvolve é fora do padrão. De certo modo, mesmo com o pequeno comentário do autor sobre Birdman e uma explicação sobre o fato que levou nosso protagonista a ficar famoso, era certo que eu deveria no mínimo ter uma ideia sobre o que sucederia com o professor. Mas isto não aconteceu. Na verdade eu pensei que havia acontecido uma coisa, quando na verdade acontecera outra. Esse tipo de surpresa quanto ao enredo fez borbulhar as espectativas sobre o que mais eu poderia esperar até os atos finais, que também não me decepcionaram. O fechamento do livro foi tão bom quanto toda sua história, mantendo-se no padrão e sem cair de nível.

Eu queria falar sobre o livro e contar as divertidas tiradas de Denizard sobre os fatos que se sucedaram aquela bebedeira. Mas na minha concepção, acredito que seria um baita spoiler. Então para finalizar eu digo: se você nunca leu um romance filosófico Corda Sobre O Abismo é uma obra excelente para começar. O livro é leve, ágil e você consegue ler sem esforço nenhum em uma tarde. Foi uma surpresa agradável que deixou minha mente mais enriquecida e pensativa.

Beijos. Até o próximo post.

image

| SEMANAS ESPECIAIS | Livros da Maravilhosa Soraya Abuchaim

image

Oii gente. No penúltimo dia das divulgações do livro novo da Soraya Abuchaim vamos ver a lista de obras sensacionais da autora. Vou deixar o link da compra para vocês também.

—————~ஜ۩۞۩ஜ~—————

Livro: Até Eu Te Possuir – 2016
image

Johanna Dorne é uma mulher que perdeu todas as pessoas que amou. As tragédias de sua vida começaram com um acontecimento marcante quando ela tinha 13 anos.
Três décadas depois, ela se transformou em uma mulher solitária, confusa e inclinada à autocomiseração, que não consegue manter contato social com ninguém. Até conhecer Michel Brum, um homem charmoso e misterioso que a resgata de sua vida patética, devolvendo-lhe a felicidade há tanto tempo perdida. Só que Michel acaba mostrando que não é tão perfeito assim, e um segredo mortal jogará Johanna novamente em um abismo.

AMAZON

—————~ஜ۩۞۩ஜ~—————

Livro: A Vila dos Pecados – 2017.
image

Final do século XIX. Enquanto o mundo passa por transformações importantes, existe uma vila inóspita, que vive à margem da civilização e que tem as suas próprias e estranhas leis. Lendas escuras a rondam e histórias macabras sobre Ponta Poente povoam o imaginário popular. Quando o padre Alfonso Anes, um exemplo vivo de amor e resignação, chega à vila para substituir o seu antecessor, depara-se com segredos que o farão duvidar da própria sanidade, e uma onda de mortes trará o caos para aquele lugar ermo. Quem estará a salvo? Serão estes segredos o fim de quem os esconde? O que esse universo tenebroso revelará para o mundo?

EM BREVE

—————~ஜ۩۞۩ஜ~—————

Conto: Madrugada Macabra.
image

Marcondes leva uma vidinha pacata, cuidando de seu pequeno negócio, um chaveiro com atendimento 24hs. Em uma noite qualquer, seu sono é interrompido e ele é chamado para um atendimento emergencial. O que Marcondes não sabia é que estava prestes a viver uma madrugada macabra, que mudaria definitivamente o curso da sua vida.

AMAZON

—————~ஜ۩۞۩ஜ~—————

Conto: O Vizinho Suspeito
image

Quando se tem um vizinho com comportamento estranho, a vida nunca é tranquila. Qual segredo aquele beato carrega consigo? Seria ele capaz de acabar com a felicidade de Roger e sua esposa?

AMAZON

—————~ஜ۩۞۩ஜ~—————

Conto: Cotidiano

image

Karen levava uma vida normal e monótona. No fundo, ela só queria que seus dias fossem diferentes. Mas os desejos podem vir da pior forma possível.

AMAZON

—————~ஜ۩۞۩ஜ~—————

Conto: O Forasteiro

image

Quando uma mulher decide abrir a porta do seu mundo para um forasteiro, deve estar preparada para o que ele lhe oferecer – ou quiser levar embora.

AMAZON

ஜ۩۞۩ஜ ۩۞۩ ஜ۩۞۩ஜ

Em breve os detalhes do lançamento do novo livro da Soraya Abuchaim estará disponível aqui no blog. Não percam.

Beijos. Até.

| SEMANAS ESPECIAIS | A Vila dos Pecados – Personagens – Soraya Abuchaim.

Oii gente. Hoje é dia de tag aqui no blog sobre os personagens maravilhosos do novo livro da Soraya Abuchaim. Cada personagem apresenta um desafio relacionado a sua personalidade de modo que vocês tenham ideia de como eles são. Fiquem com este desafio.

Vamos lá?

1. Padre Bento: Um livro que tem religiosidade, mas que te deixou com inúmeras perguntas.

Não tem como escolher outro. O Código Da Vinci do Dan Brown que foi absolutamente magnífico.

image

2. Padre Alfonso: Um livro bonito, que deixa uma sensação esperançosa no peito.

A Cabana do William P. Young. Também é um livro religioso, mas que fala diretamente sobre Deus. É um livro magnifico e como disse a Vivi (Blog O Senhor dos Livros) passa uma mensagem maravilhosa para quem consegue entendê-la.

image

3. Dr. Pina: Um livro cujo um personagem te causa repulsa.

Normalmente eu gosto dos vilões, mas em A Saga Do Tigre o Lokesh conseguiu me causar repulsa de todos os modos possíveis. Pessoa nojenta essa.

image

4. Mirtes: Um livro que em que todos os personagens tem segredos.

Em Reiniciados de Terry Teri parecia que até o gato de Kyla tinha segredos, pois todos os personagens não eram confiáveis. Tanto que desconfiei de meio mundo de gente sem nunca achar o verdadeiro culpado, ato que se perdurou até o final do livro.

image

5. Gertrudes: Um livro que você pensou que era uma coisa, mas que o final foi completamente diferente.

Acho que sempre vou acabar mencionando o Harlan Coben no fim das contas, apesar de não querer ser repetitiva. Mas para qualquer pessoa que leu suas obras, sabe a capacidade impressionante de Coben nos enganar. O livro Confie Em Mim não foge a essa regra. Ele é impressionantemente bem escrito e me surpreendeu até – literalmente – a última página.

image

6. Teresa: Um livro com tema luxurioso e sem pudores.

O único livro que consigo pensar que se encaixa piamente dentro deste desafio é Peça-Me O Que Quiser De Megan Maxwell. Apesar de não ter gostado tanto do livro, eu não posso negar que a história – de todas as maneiras luxuriosas que você pensar – não tem pudores pois tudo está incluído no livro.

image

7. Marta: Um livro que tenha um personagem protetor.

O livro que escolhi é Procura-Se Um Marido da Carina Rissi. Apesar de Narciso ter morrido cedo na história, ele fez de tudo para proteger Alícia inclusive de si mesma.

image

8. Gustavo: Um livro que apesar da capa, tem a história madura e inteligente.

Todos os livros da Sarah Sheppard tem a capa com uma cor e uma boneca na frente. Em primeira visão, percebemos o quão infantil uma capa desse modo soa. Mas a sua história em si demonstra que não é nada disso. Feita de modo maduro e inteligente a história nos prende até o final. E então percebemos que a capa é uma representação clara do contexto. O amarelo representa a maneira com o qual sempre queremos parecer felizes. E a boneca, o quão frágil e moldável as meninas são.

image

9. Carlos: Um livro que mostre um personagem passivo ou sem muita coragem.

Nina da série Não Pare! Ela é bem passiva. Ainda mais porque aceita tudo de todo mundo. É irritante as vezes.

image

10. Rui: Um livro com personagens questionadores sobre os acontecimentos presentes nele.

É interessante ver quantos personagens se questionam sobre o que esta acontecendo de modo mais critico. Desse modo, vemos que quase nenhum escapa de serem apenas sofredores a mercê dos acontecimentos do que questionadores para se preocuparem com o que esta acontecendo. Um livro que demonstra bastante esse lado critico dos personagens é o livro Aristóteles e Dante Descobrem Os Segredos do Universo onde os rapazes estão sempre se perguntando sobre o significado das situações que vivenciam.

image

•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*

Então gente, a tag foi esta espero que tenham gostado. Em breve os detalhes do lançamento do novo livro da Soraya Abuchaim estarão presentes aqui blog.

Beijos. Até a próxima.

| SEMANAS ESPECIAIS | Entrevista Com Soraya Abuchaim

Oii gente! Tudo bom? Hoje darei continuidade ao projeto de divulgação do novo livro da Soraya Abuchaim que esteve início no começo da semana. Confira os posts na aba de publicações recentes.

No mês passado a Soh (sintam a intimidade) concedeu uma entrevista ao nosso blog. Que vocês podem conferir na íntegra abaixo.

image

1. As pessoas que leram o seu primeiro livro Ate Eu Te Possuir tiveram variadas reações entre surpresa ou mesmo choque. O que então podemos esperar sobre A Vila dos Pecados?

O mesmo choque (hahaha). Na verdade a temática é bastante diferente, mas há muitos segredos e podres dos personagens que poderão chocar o leitor.

2. Entre criar segredos e ver o impacto deles dentro história, como é a trajetória?

Essa história começa com umas cenas impactantes em que o leitor acham que vai ter aquilo, mas na verdade aquilo é só gatilho pro restante do que vai acontecer. Basicamente nós estamos em uma vila que conforme o leitor vai lendo vai descobrindo que essa vila é muito… muito… muito diferente já que ela possuí suas próprias regras. E aí vamos descobrindo segredos conforme a trama vai acontecendo. E então quando as mortes começam é que vem as questões: o que tem haver com os segredos? Porque pessoas tão diferentes vem morrendo? Quem esta por detrás disto?

3. Todas vezes que leio livro bem escritos, sempre me pergunto se o autor pensou em tudo antes de escrever ou as coisas foram surgindo a medida que a história se desenrolava. Como foi para você neste ponto?

Eu faço um esqueleto da história pois preciso saber onde eu quero chegar e os pontos principais pelos quais a história tem que passar. Mas eu não crio os personagens com antecedência. Não crio detalhes. E então a partir do momento que começo a escrever eu mudo tudo daquilo que tinha esquematizado (hahaha), porque eu costumo dizer que não crio os meus personagens, mas eles me arrebatam. Então as vezes eu crio um personagem com uma característica x, mas de repente eu preciso que ele tenha uma outra característica para se encaixar na história. Então para mim não funciona definir tudo muito perfeitamente porque vou acabar mudando. Só pego um ponto de onde vou sair até um ponto onde vou chegar

4. Por falar em personagens estes de seu novo livro tem características bem diferentes uma da outra em que o desenvolvimento acaba sendo bem diferente um do outro. Foi complicado para você criar e dar vida a cada um desses personagens de modo que eles parecessem reais?

Alguns sim. Eu tive que explorar bastante alguns aspectos da mente humana para poder criar alguns personagens. Sempre fico pensando “Nossa será que ficou verossímel? Será que eu poderia ter usado mais?” É sempre minha dúvida. Alguns personagens fluiram bem. Por exemplo, o Padre Alfonso. Eu já sabia que queria que ele fosse, de modo que foi muito fácil faze-lo porque apeguei-me de modo muito pessoal à ele. Agora alguns personagens da trama como Ruy e a Marta eu tive um pouco de dificuldade. Isto, porque a própria Marta vem num comportamento linear até que se vê num estágio em que ela precisa saber o que vai acontecer em sua vida e ela própria não se reconhece. Então essas diferentes nuances dos personagens acabam sendo um pouquinho mais complicadas do que um personagem linear.

5. A trama tem um fundo religioso. Desde o título da obra até a base para a sua escrita. Como a religião entra na sua vida e se isto te influenciou ao escrever a obra?

A religião entra na minha vida não de forma muito fanática  embora tenha minhas crenças e leve isso muito bem no dia-à-dia.
Por incrível que pareça não fui muito influenciada pela religião para escrever esse livro. Ela permeia a história por causa do padre e o quanto importante era a figura católica naquela época. Mas não falo muito de pecado no sentido religioso da coisa, acho que é muito mais profundo que isto.

6. O que seria então este pecado? Pois a palavra reflete bastante o sentido religioso. Como você o vê dentro da história?

Eu vejo o sentido religioso dentro da história como um pano de fundo. As pessoas sempre pensam muito no pecado como algo que é de Deus ou que não é de Deus. E acho que o pecado tem mais haver do que a pessoa é como ser humano, até que ponto ela esta disposta a cometer esses atos, do que algo só permeado pela religião. Eu não sou católica, então para mim esta coisa de o que é certo é errado é muito relativo. Por as vezes uma coisa que para igreja é errada, aos olhos pode não ser. E mesmo a questão dos pecados talvez alguém vai ler o livro e vai achar que não nada de mais. Vai depender com que olhar a pessoa lê.

7. Você faz pesquisas antes de escrever suas obras? Por exemplo, em relação ao que falou sobre seus personagens, existiriam pesquisas que você faz dentro das raias da psiquiatria?

Faço pesquisa sim. Eu estudo comportamento humano, essas nuances deste comportamento principalmente para o lado da pisicopatia. E eu tive que pesquisar bastante sobre a religião católica. Inclusive, nomenclatura já que não sabia nada disso. Então pesquisei bastante. Eu sempre faço muitas pesquisas. Estou inclusive escrevendo um terceiro livro que é ambientado nos Estados Unidos e em locais reais, até porque Ponta Poente (nome da vila) não era real. E também estou pesquisando bastante. E A Vila dos Pecados como se passa no final do século XIX, ele tem as suas coisas características da época. De modo que fiz muita pesquisa para escreve-lo.

8. Você escreve livros com uma pegada de suspense psicológico. Este tipo de gênero sempre foi seu ramo ou foi se modificando enquanto amadurecia?

Sempre gostei de escrever suspense psicológico. Agora estou me embrenhando mais pelo terror. Tem algo sobrenatural neste livro que foi diferente para mim, pois o Até Eu Te Possuir por exemplo foi uma coisa mais real entre aspas. Este não. Tem este sobrenatural que o leitor vai se perguntar: “será que isto realmente aconteceu?”

9. Você possuí alguma rotina para escrever? Um horário e um lugar onde se sente mais à vontade?

No dia-a-dia quando eu então estou trabalhando, quando estou de folga, geralmente eu escrevo a noite e quando a Elis (filha)  já dormiu.
E escrevo no meu escritório que é o lugar que acho tranquilo para escrever.

10. Por esse lado entre ser mãe e ter que conciliar seu trabalho com a escrita, como lida com tudo esses desafios?

Eu quase não durmo e fico maluca (hahaha). É uma loucura porque a Elis tem dois anos e meio, então ela toma bastante tempo. Eu trabalho dez horas por dia em um hotel logo é uma carga horária grande pois ainda trabalho nos finais de semana… E eu faço academia… Tenho que cuida da casa… Cuidar de marido… Só que não posso deixar de escrever… Então minha rotina diária é uma completa loucura. Eu falo que não tenho tempo de respirar… (Rsrs). Tanto que eu fiquei doente várias semanas atrás de baixa imunidade.
Mas eu adoro esta vida. Adoro porque acho que não conseguiria fazer uma coisa só. Sempre fui assim.

11. Como escritora você deve ter lido inúmeros livros antes de finalmente começar os seus. Que lhe inspirou a escrever suas histórias?

Eu sou uma leitora compulsiva. Antes da Elis inclusive eu lia coisa de cinco livros por mês para mais até, as vezes dois por semana.
Meu primeiro livro Até Eu Te Possuir eu me inspirei na Elizabeth Haynes, em um livro dela chamado No Escuro principalmente para a relação entre a Johanna e o Michel.
No geral me inspiro muito no Stephen King porque além de ser fã incondicinal dele, gosto da maneira com o qual ele faz uso da narrativa bem descritiva que eu tento usar bastante nos meus livros. A Gillyan Flynn também nessa pegada mais psicológica, me inspira bastante.
Nossa, ainda tem diversos autores dos quais poderia passar horas falando. Mas estes são os principais.

12. Dentro de casa como a recepção da sua família quando você contou que queria publicar um livro?

Ficaram todos muitos felizes e tenho o apoio total deles. Meu marido então nem se fala. É meu maior apoiador, embora não tenha lido meus livros ainda porque ele não gosta de ler (esse é um capítulo a parte, aonde eu vou ele vai junto, no que é preciso comprar… Em tudo que preciso ele é meu maior apoiador.

13. Uma das verdades do Brasil é que aqui o mercado editorial é complicado e muita das vezes o dinheiro vence o talento. Como você sente esse mercado impactando sua vida?

Quando comecei a escrever tinha um sonho de viver da escrita aqui no Brasil. Então entrei no mercado editorial e hoje eu não tenho mais essa pretensão embora o sonho ainda exista. É um sonho que sempre vou ter, mas a gente sabe que o mercado editorial é complicado.
Fico chateada às vezes o dinheiro vence o talento. Que o dinheiro vence o QI e o talento. Mas eu acredito muito que Deus sabe o que ta guardado para mim. E acredito muito, muito, muito, que estou conquistando meu público. E que estou sendo reconhecida.
De modo que faço meu melhor e trato com carinho todos os meus leitores, todos os meus parceiros. Cada leitor é uma conquista… E aí a gente espera que as coisas aconteçam, pois tudo está no planejamento de Deus.

14. Então baseado nisto, o que espera que aconteça daqui para frente? Em relação ao seu futuro como escritora?

Espero crescer como escritora e ter meu trabalho cada vez mais reconhecido
Espero ser valorizada pelos meus leitores e não deixar nunca de escrever!

15. Para finalizar gostaria de deixar uma mensagem a seus leitores?

Quero agradecer todo o carinho que recebo dos meus leitores. Significa muito pra mim. Eu sou feliz por ter cada um de vocês na minha vida. ❤

Então é isso gente. Espero que tenham gostado. Eu amei fazer essa entrevista. A Soh foi bastante gentil comigo. Eu amei cada pedacinho. Detalhe: foi minha primeira entrevista. Ainda estou me sentindo a Opra 😌….

Beijos!!!
Até a próxima.

| SEMANAS ESPECIAIS | Biografia de Soraya Abuchaim

Hoje começa nossa linda saga para divulgar o novo livro da Soraya Abuchaim que será lançado daqui a alguns dias. Para começar leiam a biografia da autora.

Soraya Abuchaim.

image

Soraya Abuchaim é casada, mãe e apaixonada por livros. Começou a escrever contos de forma despretensiosa em seu blog Meu Meio Devaneio. De uma ideia simples, surgiu seu primeiro romance, “Até eu te possuir”.

•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*

Todo blogueiro ou mesmo toda pessoa deveria ter uma Soraya Abuchaim perto de si. Encontrar um autor parceiro é fácil. Basta você ter alguma disponibilidade. Porém encontrar um parceiro autor é difícil. A diferença esta no fato de que este segundo vai se importar com você. Ele vai te perguntar como anda sua vida. Que trabalho você anda fazendo. Como pode te ajudar a melhorar seu blog. A Soraya é tudo isso e muito mais.

À cerca de uns seis meses fechei uma parceria com a Soraya. Eu não tinha muitos seguidores e muito menos muita visualização (na verdade ainda não tenho, masokay), mas mesmo assim ela confiou em meu trabalho. Hoje em dia, através do WhatsApp convivo todos os dias com Soraya e percebo hoje o que não sabia sobre a mulher: ela é batalhadora sempre matando um cão por dia para continuar seu trabalho, mas sem nunca deixar de se importar com seus parceiros.

Agradeço imensamente por ter a oportunidade de conviver com essa autora maravilhosa. Ela é simplesmente sensacional.

Beijos. Até.

| RESENHA | O Caminho Do Poço Das Lágrimas – André Vianco.

Sinopse: O Caminho Do Poço Das Lágrimas conta a história de um pai que está preocupado com o bem estar de seus filhos. Jonas viajava com os filhos Ingrid e Bosco por uma estrada escura. De repente os três adormecem e, quando acordam, depois de muitos sonhos agitados, se dão conta de que estão em um vasto campo verde. O carro em que viajavam desapareceu e a única saída daquele campo é um caminho formado por pedras justapostas… é O Caminho do Poço das Lágrimas. Orientados para não saírem do caminho, a tarefa parece impossível. Ingrid tem curiosidade, Bosco tem sede e Jonas tem medo. Para onde os levará esse caminho? Que mistérios e perigos os esperam?

image

Emprestado pelo meu primo/melhor-amigo Kristhian, O Caminho do Poço das Lágrimas de André Vianco foi uma leitura que me surpreendeu por ao mesmo tempo ser simples e bem trabalhada. Pode parecer confuso dizer algo do tipo mas a verdade é que o livro de André Vianco apesar da história aparentemente simples e infantil, ele na verdade tem bastantes pontos que me deixaram sem palavras. Nas palavras de Kristhian, você vê que o céu é azul, André Vianco te convence que o céu é verde, para no fim você descobrir que estava certo desde do início. Confuso? Imagina a surpresa quando estava lendo.

O livro é reflexivo sobre a vida e a morte e os impactos que elas trazem em nossos corações. André Vianco fez uma pausa nos seus livros vampirescos, para nos trazer um significado maior. Pois apesar do terror e do suspense que fazerem parte desta história, o foco é tambem as lembranças que se enraizam nos perigos encontrados pela família. Jonas com o passar do tempo se aproxima mais dos filhos a quem tinha se afastado pelas obrigações da vida, tornando a história mais emocionante ao passar de suas páginas.

Eu amei este livro e apesar de ter lido em 2014, as memórias dele ainda estão em minha mente, pois André nos mostra que por mais que temamos a morte, todos um dia vamos passar por ela e devemos ter a consciência de que tivemos uma vida plena e feliz.

Título: O Caminho do Poço das Lágrimas
Autor: André Vianco
Ilustrações: Lese Pierre
Editora: Novo Século
Edição: 2008
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟⭐

image

O Milagre de Clarinha – Joana Amorim

O Milagre de Clarinha é uma história , mas que acontece na vida real com as nossas crianças, por serem doces e inocentes são alvo de pessoas ruins e com intenções duvidosas. São exploradas, tiradas de seus lares, roubando-as de uma vida de amor e carinho para colocá-las em uma situação de humilhação e sofrimento. Clarinha nos mostra que a esperança e a fé fazem milagres e acreditar que as coisas podem mudar quando pedimos do fundo do nosso coração e nos dá esperança, e que em algum lugar quando mais precisamos, alguém nos ouve e nos resgata.

image

Livro pequeno mas emocionante da autora Joana Amorim, O Milagre de Clarinha conta a história dessa doce e inocente menininha que aprende de maneira dura a não confiar nas pessoas. Apesar de não ter costume de ler o gênero infantil desde que passei pelos contos da Bruxa Onilda, este livro foi uma experiência que me lembrou como crianças podem ser inocentes e como nós precisamos ter sempre um extremo cuidado com elas para que não lhe aconteça nenhum mal.

O que eu mais gostei nesse livro, foi o fato de que a história é simples e a autora sabia que ela era simples. Pode ser estranho dizer isso, mas todo leitor sabe que sempre tem aquele autor que faz coisas mirabolantes em uma história que de todo modo se torna desnecessário. Porém aqui não houve isso. Não só por ser um livro pequeno, a leitura dele fluiu com facilidade pois ele tinha uma simplicidade tão profunda sabendo onde crescer e onde não se alargar.

Eu gostei muito deste livro. Estou profundamente satisfeita. Aos pais que querem dar aos seus filhos miúdos ou aos mais crescidinhos um livro para não só aprenderem a ler como também para terem uma lição de vida, esta aqui uma ótima opção que não vai causar arrependimento.

Título: O Milagre de Clarinha
Autora: Joana Amorim
Páginas: 42 (versão digital)
Editora: Autografia
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Lembranças do Oriente – Artur Laizo.

Patrícia é uma menina criada com mimos e cuidados excesssivos, levando uma vida normal para sua idade. Apresentou, no entanto, uma mudança brusca após a morte de sua mãe, tendo que provar para toda sua familia que era uma mulher capaz de gerir os próprios bens e cuidar de sua vida. Por razões que o próprio destino nos impõe, se vê envolvida numa situação que a leva percorrer um caminho reencarnacionistas através dos seculos, atrás de explicações sobre seus amuletos. Jóias que lhe caíram em mãos por lhe serem destinadas ja em vidas passadas. Ela então vai ter que lutar para salvar, inclusive, a própria vida. Lembranças do Oriente é uma trama simples que nos leva a mistérios e magias sempre com a presença de muito amor.

image

Esse livro do Artur Laizo é ao mesmo tempo intrigante e simples. Apesar de não haver grandes surpresas na história, ela ficou bem intricada para tudo fazer sentido no final. Eu gostei do livro e, mesmo que ele seja bem diferente da leitura que costumo procurar, foi uma experiencia interessante.

O livro gira inicialmente em torno de Patrícia focando na sua vida após a perda do pai e na sua relação amorosa com sua mãe. É muito bonito ver como mãe e filha não tem dificuldade para se entender e agem como melhores amigas. Por isso é muito difícil ver o modo como a garota fica quando sua mãe morre. E ao mesmo tempo é inspirador ver a força com que ela rege a sua vida após tal fato, mostrando a todos que é uma mulher madura e dona de si.

Porém eu não gostei de alguns pontos no livro que de certa forma ficaram desconexos com a história. Talvez tenha sido eu que não tenha entendido bem já que eu demorei um certo tempo para ganhar ritimo de leitura me fazendo demorar muito para terminar o livro. Mas essa pequena indagação ficou e eu realmente não gosto desse tipo de situação em leitura.

Fato a parte, eu achei o livro divertido e interessante do escritor. É uma obra que valeu a pena a leitura e mesmo que tenha uma pequena falha, eu ainda gostei de tê-la acompanhado. E para quem não sabe, o escritor mantem um blog aqui no WordPress para amantes da leitura chamado Pão de Cravo e Prosa e eu super sugiro que você dê uma passadinha lá.

Título: Lembranças do Oriente
Autor: Artur Laizo
Ano: 2003
Editora: Scortecci
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟