Arquivo da tag: Duque

[N.O.T.I.C.I.A]Evento E Lançamento de Livros.

Oii gente. Depois de um jejum de quase duas semanas sem postar nada aqui no blog quero dar uma notícia especial para você que mora em São Paulo – SP. Na verdade serão duas super legais e dois eventos que irão acontecer em SP. 

Neste sábado, no dia 22 de outubro vai rolar os lançamentos de livros dos autores Bianaca Briones e Athos Briones pela editora Gutterberg. O lançamento acontecerá no seguinte endereço.

  • Saraiva Mega Store, Center Norte.
  • Travessa Casalbouno, 120.
  • Loja 414,Vila Guilherme.
  • CEP: 02047-050 – São Paulo – SP.
  • 02089, São Paulo.
  • As 15h00.

Os livros que serão lançados se chamam Como Se  Fosse Magia da Bianca Briones e Muito Mais Que O Acaso de Athos Briones. Não percam.

O segundo envento vai ser o da nossa parceira aqui no blog, a linda escritora Mari Scotti que organizou um Clube do Livro especial para falar sobre romances de época. Os livros escolhidos foram Montanha da Lua de Mari e O Duque e Eu da Julia Quinn.

Vai acontecer  no seguinte endereço.

  • Livraria Leitura.
  • Avenida Paulista, 2ª andar.
  • São Paulo – SP
  • Mais informações: Ligar para (11) 3595-9057

Acontecerá no também nesse sábado, 22 de outubro, das 15 as 17 horas. As primeiras pessoas a chegarem vão ganhar lindos brindes.

Para mais informações sobre os eventos entre nos links:

Bjs.

Jess

O Duque e Eu – Julia Quinn

Olá leitores e leitoras fantásticos desse meu Brasil. Hoje a resenha é sobre O Duque e Eu de Julia Quinn e minha primeira resenha romântica. Não esqueçam de me dizer o que acharam quando acabarem de ler, ok?
Bem então vamos lá.

image

Numa família de oito irmãos e nas temporadas altas para casamento em Londres, a família Bridgerton vai aos poucos formando pares para seus filhos e filhas. O primeiro casamento da família é o de Daphne Bridgerton. Uma jovem astuta e brilhante. Daphne é vista pelos homens da sociedade londrina apenas como uma amiga de todas as horas. Até que o conde Simon Hastings chega a cidade.
Depois de um primeiro encontro desastroso, Daphne e Simon acabam enredando um acordo. Um acordo em que Simon fingirá corteja-la para que os outros homens a vejam como uma mulher desejada. Ao passo que que a companhia de Daphne fará com que as mães e mulheres desesperadas por um casamento o deixem em paz. Mas os sentimentos que surgem através desse plano e dessa amizade são maiores e mais fortes que qualquer um dos dois poderia esperar.

O livro de Quinn é bem legal. Além de todos os costumes de uma sociedade diferente da nossa, o livro ainda tem um quê de romantismo leve, não tão açucarado como a maioria. Isso me fez gostar ainda mais da história.

Quinn tem uma palavra simples e fácil de compreender. É uma história simplória, porém bem contada. As conversar levam a algum lugar. E mesmo que não haja aquele famoso enrolamento para alongar a história,  também não há falta de detalhes nas cenas.

Daphne Bridgerton é uma personagem de caráter forte como muitas mocinhas. Seu senso de justiça funciona muito bem assim como seu humor e sua curiosidade. Daphne é uma mulher que tem sonhos simples, entretanto. Não chega a se tornar uma personagem depois de seu tempo. Seus sonhos são de ter um casamento feliz e de formar uma família. Nada de mais.

Simon Hastings ou Simon Basset é um personagem de raias raivosas. Ele tem um passado difícil contado logo no prólogo do livro. Rejeitado pelo pai, Simon faz uma jura que nunca se casará casará e nem se apaixonará por alguém. Um homem recluso e cheio de mágoa que além de tudo afirma que jamais se envolverá pela irmã de seu melhor amigo.

O livro de Julia Quinn porém tem uma ressalva. Ele tem uma história comum. Nada nele chega a ser surpreendente. Não existe um aquela perda de fôlego.

Mas de todo modo, não posso dizer que foi uma leitura ruim. O livro é bem legal e chega a ser uma boa distração. E como diz minha mãe, uma ótima pedida pra quem quer ficar com aquele sorrisinho apaixonado no rosto.

Bjs.
Até o próximo post.