Arquivo da tag: dezesseis luas

( Lista ) 05 séries que todos precisam ler.

Olá amores, como vão? Hoje é dia de lista e a Keth (Parabatai Books), minha parceira no blog e no assunto listas, sugeriu indicar as melhores séries que lemos. Vou focar nas séries com mais de quatro tentando não repetir indicações anteriores (como Harry Potter 😂). Lembrando amores que vocês sempre podem dar sugestõe que vamos trazer sempre que possível. Então vamos lá?

❦────── ❖ ── ✦ ── ❖ ────── ❦

dezesseis luas1. Beautiful CreaturesMargaret Stohl e Kami Garcia.

Popularmente conhecida como Dezesseis Luas, a série Beautiful Creatures é para aqueles que amam uma boa fantasia com uma pitada de romance. São quatro livros ao todo que irão contar a história de narrado por Ethan Wate que se apaixona por Lena, uma Conjuradora a espera de seu aniversário de dezesseis anos onde terá que escolher entre a luz ou as trevas. E apesar de parecer ser uma história bobinha, o livro apresenta um enredo cativante que vai muito além do romance. Os personagens são bem construídos, a história muito bem elaborada e muitas reviravoltas alucinantes, além de uma boa dose de comédia e muitas referências.

 

cidade dos ossos2. Os Instrumentos MortaisCassandra Clare.

Um dos pontos fortes de Os Instrumentos Mortais é que nada é concentrado em um único personagem. Existem várias histórias paralelas a principal que compõem o enredo de forma espetacular. Clare consegue dinamizar os seis livros sem que nada pareça forçado de mais. E além disso, junta em uma mesma fantasia várias classes sobrenaturais que dão uma visão única para a história. Com um universo muito bem explorado, a autora cria uma versão de mundo bastante verossímil aliada à belos plost’s, um romance sensual e cenas de ação de tirar o fôlego.

 

 

a-mediadora-a-terra-das-sombras.jpg3. A MediadoraMeg Cabot.

Foi uma das primeiras séries que eu li e me apaixonei. É uma série mais adolescente que gira em torno de Suzannah uma garota que tem a capacidade de falar e esmurrar os mortos. Uma das coisas mais interessantes sobre essa série é que a Meg não tem uma narrativa enrolada tão comum às séries mais longas. Pelo contrário, a autora consegue dar fluidez ao livro de mod que ele tenha a proporção correta. O que deve acontecer acontece sem procrastinação. E apesar de ser uma série rapida, é cheia de otimas situações e tiradas. Eu recomendo muito, principalmente a todos que querem sair daquela ressaca.

 

o duque e eu4. Os Bridgertons Julia Quinn.

Ahhh Julia Quinn, como não amar. Comecei a ler romances de época por conta dessa autora magnifica, muito embora já houvesse lido alguns antes. Quinn foi a primeira autora que realmente me fez suspirar lendo seus romances. A série Os Bridgertons publicada pela Arqueiro e ainda hoje é minha favorita da autora. Quinn tem uma capacidade extraordinária de criar mundos  e persianagens que fazem a diferença. O bom dessa série é também que você não precisa ler todos os livros para entender o que a autora quer te passar. São livros independentes entre si, mas que juntos tornam-se bem especiais.

 

screenshot_2016-05-22-10-37-28-1.png5. GoneMichael Grant.

Uma das melhores séries de fantasia e ficção cientifica que li em toda minha vida, Gone tem um ritmo intenso que mistura ação,politica e romance. Michael Grant construiu uma série de proporções épicas mesmo lidando quase que exclusivamente com crianças. Em seus seis livros aborda temas como solidão, fome, medo, mentiras, doenças e esperança. O único problema é que só posso indicar essa serie aqueles que buscam fazer leituras em inglês pois o ultimo livro Light nunca foi publicado no Brasil pela editora Record. Mas quem puder leia. Vale muito à pena.

 

❦────── ❖ ── ✦ ── ❖ ────── ❦

 

Então corujinhas, essa foi a lista deste mês, espero que tenham gostado. E vocês? Quais series vocês indicam para mim? Beijos.

Dezesseis Luas – Margareth Stoll e Kamy Garcia – Livro Um

“Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece… Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona.”

image

Bem diferente do que eu havia imaginado, Dezesseis Luas me fez voltar a me apaixonar por livros de adolescente e misticidade. Estava tão acostumada ao clichê que ler o livro foi bem emocionante, divertido e sagaz. A cada página ficava mais presa a história e definitivamente não existe arrependimento de ter lido tal livro.

Ethan Wate é um personagem que me apaixonei. Ele é leve e sabe o que esta fazendo e o que quer. Tem um tom bem humorado e suas reflexões são bonitas e adequadas para o momento. Já Lena Duchannes não fez meu estilo. Na verdade ela passou bem longe disso. Dramática e impulsiva de mais para meu gosto, Lena se torna chata e cansativa. Puxa! Eu sei que você tem problemas e tal, mas desnecessário fazer o pobre Ethan ficar amargurado por isso também.

Além deles dois, outros personagens secundários me chamaram muita atenção pela verossimidade de suas características com o que é real:

🔹Link, o melhor amigo de Ethan, super engraçado capaz de tirar a tensão nas horas mais improváveis;

🔹Amma, que é praticamente sua mãe postica e que lembra muito minha própria mãe;

🔹Macon, tio de Lena, sereno e perspicarz. Impossível de se esquecer.

E por aí vai. Dezenas de personagens (incluindo a Mansão Ravenwood) que torna Dezesseis Luas um livro completo e maravilhoso der lido.

Serie: Beatiful Creatures – 01.
Título: Dezesseis Luas.
Autor: Margareth Stohl e Kami. Garcia
Ano: 2010.
Editora: Galera Record.
Páginas: 488
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟