Arquivo da categoria: Únicos

Branca de Neve Tem Que Morrer – Nele Neuhaus

image

Existe sempre aquele momento que você não consegue simplesmente falar coisa com coisa por causa de um determinado livro que retirou todo seu juízo. E aqui estou eu nesse esquema, sentindo como se minha capacidade de pensar logicamente tivesse sido alterada;

Sinopse: Numa noite chuvosa de novembro, Rita Cramer é empurrada de uma passarela e cai em cima de um carro em movimento. Pia e Bodenstein, da delegacia de homicídios, têm um suspeito: Manfred Wagner. Onze anos antes, a filha de Manfred desaparecera, sem deixar pistas, e um processo baseado em provas circunstanciais condenou Tobias, filho de Rita Cramer, a dez anos de prisão. Logo após cumprir a pena, Tobias retorna à sua cidade natal e repentinamente, outra garota desaparece. Os acontecimentos do passado parecem repetir-se de maneira funesta. Pia e Bodenstein se deparam com um muro de silêncio. As investigações transformam-se numa corrida contra o tempo, iniciando uma verdadeira caça às bruxas.

Quando eu vi o nome de Branca de Neve Tem Que Morrer e sua maravilhosa capa na livraria, fui fisgada. Muito embora eu tenha sentido essa atração pelo livro, demorei três meses pra ler ele. Agora só consigo me perguntar por que fiz isso.
Contado e muitas visões, o livro intenso de Nele me prendeu durante o dia inteiro. Convencida de que devia ler ele, comecei as nove da manhã a meia noite tinha acabado de ler e admito que até agora não consigo me conformar por ter sido tão enganada. E é exatamente por isso que fico tão feliz por tê-lo lido.
Uma coisa é certa; quando se trata de um suspense policial, a pessoa que menos parece ser a vilã que normalmente é. E foi exatamente esse preceito que me induziu ao erro.

Cada um dos personagens da trama foi inegavelmente bem escrito. Seus pensamentos e suas omissões sobre a identidade do assassino deixaram um vão pra inúmeras possibades. Mas de toda forma, Nele conseguiu fazer com que voce não so reflita sobre o que aconteceu onze anos antes, mas também sobre a maneira que as pessoas tentem a se acorvardar diante de situações complicadas.

Tobias é um personagem de sagacidade que parece conformado com sua prisao, mas que ao mesmo tempo não tem medo de dizer que não vai fugir da cidade, até que pelo menos ele descubra o que aconteceu a Laura e Stefanie tão intimamente ligadas a ele, mortas de maneira tão brutal.
Pia e Bondestein os detetives tem mentes claras. Ela principalmente que de cara percebe as falhas nas provas contra Tobias e não desiste até que toda a verdade seja esclarecida.

Os demais personagens de importancia, dos mais comportado ao mais levado, do mais distante ao mais presente, cada um parece ter motivos para odiar Tobias ou mostrar empatia por ele. Sentimentos tão diversos que muitas vezes confunde o leitor a ponto de que ele tenha certeza de uma coisa na pagina tal e já desistia dela na página seguinte.

E denominar Tobias sendo caçado como uma bruxa é quase um eufemismo. Em uma cidade pequena onde todos se conheciam e eram amigos, um crime como esse garantia a Tobias no minimo um ódio permanente de todos na cidade que no fim, prefiriam fechar os olhos para o que estava tão claro ao invés de tentar entender o lado Tobias da história.

O livro é maravilhoso. Fiquei muito encantada e feliz com ele e com certeza tenho muitas leituras da autora pela frente.

No Mundo Da Luna – Carina Rissi.

A resenha de hoje é especial para os amantes de livros românticos. Aqueles que adoram uma comédia e uma pitada de sensualidade atrás de sua leitura. Livro mais que perfeito de Carina Rissi. Escrito de maneira leve a autora da serie Perdia e de Procura-se um Marido ela não decepciona.

image

O livro conta a história da jovem Luna Braga de modo que sinto pena da bichinha. Por que vamos combinar trabalhar naquilo que não se ama é péssimo, ter um carro que não pega direito é desastroso, e ainda por cima ser traída pelo namorado é um massacre na auto-estima de qualquer mulher.

Mas conforme vamos lendo o livro, sentimos as mudanças que ocorrem na vida da moça logo depois dela receber uma coluna na revista. A primeira é que sua carreira da uma guinada já que como dito ela ganhou uma coluna na Fatos&Furos e mesmo que não seja o que ela queria – afinal, Luna não entende nada de astronomia para falar de horóscopo -, ainda sim é um fato de extrema importância. E o segundo é que a jornalista finalmente parece ter começado a esquecer o namorado, por culpa de uma nova paixão que surge em seu caminho.

Porém, a vida de Luna não está predestinada a ser fácil. A garota está interessada em Viny um rapaz vi bem-apessoado que também está com um ar de “te quero” para ela. Mas em seu caminho, numa noite de bebedeira e de dois corações partidos seu chefe mau-humorado entra em seu caminho para lhe arrebatar os sentidos e lhe mostrar que nada na vida é como planejamos.

Luna Braga é uma personagem típica de Carina. Bem-humorada e de gênio forte que luta para ter um futuro. Além de tudo isso, Luna também é meio cigana, mas tenta não ligar muito para esse lado e não deixar que tais supertições lhe guiarem na vida. Ela é uma personagem bem divertida que super deu certo com seu par romântico.

Livros como o de Carina, que me fazem suspirar com histórias de amor e dar boas gargalhadas são um pouquinho raros. Afinal de contas, não sou dada a leituras românticas – coisa que é quase impossível já que todo livro tem esse lado açucarado – e por isso acredite quando te digo que esse livro é perfeito.

Meu agradecimento especial, além de agradecer a Carina pela história é claro, vai para a Marje Books que me indicou a história. Obrigado, Flor. E antes que eu me esqueça, o carro de Luna, foi o maior lutador da história. Palmas pra ele que sobreviveu as loucuras da mente de Carina Rissi.

Bjs.
Até o próximo post.

O Oceano No Fim do Caminho – Neil Gaiman

Um homem volta a sua cidade natal para um funeral. No caminho ele para em uma fazenda que o faz lembrar dos perigos e dos desafios que ee viveu na infância. 
Há quarenta anos, um homem cometeu suícidio dentro do carro do pai de um menino, que em seguida vê seu mundo virar de cabeça para baixo. Fatos em série vão ocorrendo e apenas Lettie Hempstock parece poder ajudá-lo. 
Ela o leva para os fundos de sua fazenda e mostra a ele um lago  – a qual chama de oceano – para resolver o problema. Mas nessa aventura, algo frio e perigoso vai ser despertado e juntos eles precisam mandar a coisa de volta para as profundezas.
Neil Gaiman trás muita sabedoria para O oeano no fim do caminho, um livro que nos mostra que os perigos que enfrentamos na infância ficaram conosco até a vida adulta.




Ao começar a ler o Oceano No Fim do Caminho eu não imaginava que me surpreenderia tanto com o livro. Muitas vezes ameaçador e atordoante, Neil Gaiman me fez sonhar com esse oceano e analizar o meu passado. As coisas vão se encaixando perfeitamente. Cada fato sucede á um outro numa narrativa impressionante e de tirar o folêgo. Mesmo que contado aos olhos de uma criança, é possível enxergar o mundo adulto: Nas coisas boas e nas coisas ruins. O Oceano No Fim do Caminho é um livro que além de tudo mostra a genialidade de Neil Gaiman.