( Resenha ) Os Criadores de Coincidências – Yoav Blum

Os Criadores de Coincidências já era uma leitura desejada desde antes seu lançamento no Brasil. O título diferenciado e toda a premissa envolva da ficcionalidade romance, me deixaram ansiosa para leitura. E apesar da obra não ter alcançado as minhas expectativas, suas lições de vida fizeram toda história valer a pena.

os criadores de coincidenciasSinopse: E se o trem que você perdeu, o café que derrubou, o bilhete que encontrou não forem eventos aleatórios? E se o destino do mundo estiver sendo manipulado por pessoas especializadas em criar acasos? Neste romance best-seller do israelense Yoav Blum, o destino é o protagonista – mas ele não depende de sorte ou intervenção divina. Emily, Eric e Guy trabalham numa espécie sobrenatural de organização secreta há alguns anos. Eles estudaram disciplinas como interferências em sonhos, distribuição de sorte e como ser amigos imaginários, até se tornarem criadores de coincidências. Agora, de tempos em tempos, recebem complexas missões a serem executadas. Seu trabalho é permanecer na área cinzenta entre destino e livre arbítrio, onde eles criam situações que criam situações que criam mais situações que darão origem a pensamentos e decisões, gerando os mais diversos resultados: o encontro de almas gêmeas, invenções que podem mudar o mundo, a inspiração que dará origem a obras-primas. Mas, quando Guy recebe uma missão especial, que vai além daquilo que ele acredita poder fazer, as coisas começam a se mover de forma a mudar tudo o que os criadores de coincidências entendem sobre a vida e a verdadeira natureza do amor. Um thriller improvável sobre os operários invisíveis que mantêm girando as engrenagens do acaso.
Título: Os Criadores de Coincidências | Autor: Yoav Blum | Editora:  Planeta | Páginas: 2017 | Páginas:  320 | Encontre:  Skoob| Amazon
Algum dia, no futuro, alguém vai te contar todo o tipo de história sobre o que é o amor. Não acredite no que disserem. O amor não é um estouro, não é feito de explosões e efeitos especiais. Não há fogos de artifício no céu nem um avião puxando uma faixa enorme. Ele se derrama devagar por baixo da sua pele, em silêncio, sem que você perceba, como um óleo. Você só sente um tipo de calor, e um dia acorda e descobre que, debaixo da sua pele, você está envolvido por outra pessoa.

Apesar de ser um caracterizado como um romance contemporâneo, Os Criadores de Coincidências tem muito mais um quê de fantasia do que de relacionamento amoroso. Misturando a ficção com a realidade, Yoav Blum conduz uma obra singela que traz ensinamentos sobre a vida através de suas inúmeras coincidências.

Seria um eufemismo dizer que o autor é criativo ao demarcar as origens de sua história. Blum constrói um universo verossímil, que segue suas próprias teorias enquadradas na ideia do nosso mundo. Cria diversas pequenas tramas que funcionam – em grande parte – como condutoras de uma história maior. Entretanto, o autor  não consegue dar unidade e profundidade à narrativa o que faz com que a leitura se desgaste em alguns momentos,

Em realidade, Blum tenta criar uma obra com uma extensão quase desnecessária. Se houvesse menos capítulos e mais foco no enredo, tornaria o livro mais rápido que também não perderia sua principal característica de reflexão.

Entretanto, existe certo brilhantismo na obra quando Blum aproveita-se da realidade para trazer a tona conceitos ficcionais. Os próprios criadores de coincidências são palatáveis pois fazem bastante sentido quando imaginados. Mas principalmente, os personagens carregam a história ao apresentarem conflitos emocionais proporcionais à sua existência.

A diferença é simples: pessoas felizes olham suas vidas e veem uma série de escolhas. Pessoas infelizes veem apenas uma série de sacrifícios.

No final das contas, Os Criadores de Coincidências pode ser encarado como uma espécie de auto-ajuda que não busca trazer uma verdade absoluta, mas refletir sobre a vida e sobre os caminhos que tomamos. De certo modo, torna-se muito mais abrangente do que a própria história.

3

9 comentários sobre “( Resenha ) Os Criadores de Coincidências – Yoav Blum

  1. Oi Jessica.
    Li esse livro nesse ano, foi minha primeira leitura de 2020 .E gostei até dele,apesar de ter sentido falta de algo. Pode ser profundidade como você disse n trabalhar melhor com os personagem.
    Eu suspeitei de parte da conclusão do livro e outra parte dela me surpreendeu bastante.
    Amei a resenha

    Beijos
    Mundinho quase perfeito

    Curtir

Deixe um comentário. Ele será sempre bem vindo e respondido. Caso tenha um blog, deixe o link que assim que der eu irei visitar ;-)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.