( Lista ) Os melhores de 2019

Olá Corujas.

Normalmente, é comum eu postar listas de melhores no final do ano. Mas com minha tirada sabática de quase dois meses para pensar na vida, resolvi que seria ótimo fazer isso em janeiro quando estamos todos iniciando uma nova jornada mental. Sendo assim, neste post irei hankear os melhores livros, séries e filmes que assisti em 2019. 

Vamos começar?

∘°❉°∘
Livros
°∘❉∘° 

Em 2019 li bem poucos livros, cerca de 30. Um dos problemas que tive esse ano foi de concentração considerando que não estava conseguindo lidar direito com uma porção de cores que vinham acontecendo na vida vida. Mas desses 30, cinco me marcaram por suas peculiaridades tornando-se as melhores leituras de 2019.

05. Vox – Cristina Dalcher

VoxQuando comecei a ler Vox, não imaginava a quantidade de referências ao que vem acontecendo diariamente principalmente no Brasil. Assim, além da realidade que a obra traz, toda construção política que estabelecida, considero Vox uma leitura genial. Eu recomendo esse livro para mulheres, homens que precisem de um choque de realidade. É uma leitura necessária que nos abre os olhos para uma das possibilidades que o futuro tão próximo de nós.

04. Matéria Escura – Blake Crouch 

images (1).jpegMatéria Escura fica entre a ação e o drama, sendo do início ao fim em um ritmo frenético. Algo que também pode ser creditado a simplicidade narrativa dentro de um enredo intricado. Sagaz, divertido e emocionante Matéria escura é uma obra permeada de ciência e aventura, traz uma narrativa intimista e marcante que demonstra o peso das nossas escolhas e até onde podemos ir para recuperar a vida que amamos.

03. Guera do Velho – John Scalzi

Livro-Guerra-do-Velho-John-Scalzi-7927619John Scalzi tem uma das narrativas mais interessantes que encontrei nos últimos anos. Além da criatividade para construção do mundo apresentado em Guerra do Velho, a escrita do autor trouxe para o livro um ar jovial apesar de ter conteúdo adulto. E mesmo assim, de certa maneira, Scalzi sempre nos lembra – pela inteligência e maturidade do protagonista – que a obra se trata das redescobertas de um homem velho como um jovem.

02. A Rainha de Tearling (trilogia) – Erika Johansen

A Rainha de Tearling

O que mais gostei nessa trilogia, foi o trato que Johansen deu aos seus personagem. Ninguém é cem por cento bom ou ruim, e até mesmo o poder é bem colocado entre a rainha de Tearling e quem a cerca. Muito embora seja um livro mais lento, isso se deve ao fato de que a autora busca quase que constantemente dar ao leitor as bases de seu novo mundo, o que torna tudo mais fácil de ser compreendido quando chega o momento. A trilogia constrói uma trama política inesquecível e é bem interessante ver como tudo tem um propósito. 

01.  Um Estranho Sonhador – Laini Taylor

Um Estranho SonhadorUm Estranho Sonhador é – como o nome sugere – uma obra para elevar sonhadores aos mais recônditos mundos. Um misto de fantasia, amor e perdão que demonstra toda sagacidade criativa de Laini Taylor. Se tornou a minha favorita do ano por todas as camadas que a história apresenta, principalmente em relação aos personagem. De certo modo não existem vilões, mas pessoas que foram feitas de refém das suas escolhas mediante a guerra. Posso dizer que estou ansiosa para o segundo volume.

∘°❉°∘
Séries
°∘❉∘° 

Finalmente me rendi ao glorioso mundo das séries. Uma coisa interessante que meu irmão me disse, é que é muito difícil de não gosta pois de uma forma ou de outra queremos acompanhar os personagens até o final. De modo que devo ter assistido quase 40 produções entre séries e minisséries desse ano e de anos anteriores. E foram trajetórias bem curiosas considerando que assisti desde as mais dramáticas (Olhos Que Condenam) as mais fantasiosas (Manifest). Mas assim como os livros, tiveram 05 que me chamaram bem mais atenção.

05. Inacreditável – Netflix

images (4)2041067865..jpgMeu estilo favorito de série são as dramáticas que conseguem trazer em seu enredo algo que seja pertinente ao mundo real. Não obstante, Inacreditável da Netflix foi uma das melhores de 2019.  O mais importante à se ressalta sua obra é a maneira como a perspectiva das mulheres tem evidência na narrativa. Ao invés de romantizar o estupro, não dá margem à visão do criminoso fazendo as vítimas terem voz.

04. O Mundo Sombrio de Sabrina – Netflix

76b6c976d07c8dae2ba18239b1e23dceNão era uma série que esperava gostar tanto, mas Sabrina foi uma das melhores descobertas de 2019. Embora não seja meu estilo de narrativa, o contexto dado a vida da Spellman me deixou animada com o mundo bruxo construído pelos produtores. Tanto no quesito fotografia quanto roteiro. E muito embora não tenha gostado tanto da segunda temporada, espero que a terceira seja ainda melhor. 

Stranger Things03. Stranger Things – Netflix

Também estava no hall das séries que acreditei que não ia gostar e que descobri estar totalmente enganada. Entretanto, Stranger Things foi uma curva sinuosa. A primeira temporada foi boa, a segunda quase me fez desistir, mas a terceira fez tudo valer a pena. Apesar de não gostar da protagonista (isso mesmo!), a chegada de alguns personagens secundários (Max, Bob, Sam, Robin e Erika) deixaram a série mais carismática para mim. E ao final da terceira temporada finalmente comecei a sentir que estamos caminhando para algum lugar. Mas sinceramente, espero mesmo que a quarta seja a última porque não acredito que ainda exista muita história por baixo. 

327703-conheca-a-serie-chernobyl-mais-novo-s-696x0-202. Chernobyl – HBO

Toda vez que me pedem indicação de minissérie Chernobyl sempre figura o primeiro lugar na lista. Em primeiro plano, a série alude ao desastre para em seguida dar margem a politicagem com que foi tratado o assunto pelo governo da URSS. E então usa disto para destacar personalidades dúbias daqueles que não poderiam ir contra a nação ou contra o parlamento. Em apenas algumas falas, somos tomados por sentimentos de raiva e indignação concentrados na dificuldade de entender como as relações internacionais eram mais importantes que a vida de milhares pessoas. É uma série forte, mas que reflete muito sobre a mudança que o desastre causou na vida das pessoas. 

Euphoria01. Euphoria – HBO

Euphoria é a minha série favorita do ano sem dúvidas. O enredo volta-se a luta pelo auto-descobrimento sem nunca lidar com o clichê da infinitude da adolescência. Não se prende ao esteriótipo de que o ensino médio será o auge da vida daquelas pessoas, porque elas podem oferecer bem mais ao mundo. Apesar da abordagem escura e quase que violenta para o telespectador, cria personagens complexos que nunca serão apenas uma coisa. É o estado intenso que move as descobertas, a euforia de uma geração que precisa que suas personalidades, medos e desejos sejam vistos ouvidos.

∘°❉°∘
Filmes
°∘❉∘° 

Se assisti muitas séries, certamente vi ainda mais filmes. Sou apaixonada pela sétima arte e sempre que posso vejo alguma das películas lançadas tanto nas plataformas quanto no cinema. Entretanto, não costumo fazer controle dos filmes que assisto então essa lista é mais daqueles que me lembro. 

Fora de Série04. Fora de Série

Fora de Série conseguiu se desvencilhar da premissa clichê do ensino médio e apresentar uma comédia excelente. A primeira vista podemos dizer que o sentido do filme é bem básico ao lidar com duas formandas nerds que querem deixar para trás o estigma de careta mesmo já estando prestes a si formar no ensino médio. Mas o que poderia ser só mais um clichê adolescente, a não extrapolação dos esteriótipos em geral fizeram todo contexto valer a pena. Se você ainda não assistiu, super recomendo. É a melhor comédia de 2019.

vingadores-ultimato-poster999523448.jpg03. Vingadores: Ultimato

Mesmo achando um pouco decepcionante, não posso negar que a conclusão de onze anos dos Vingadores maravilhosa. Conseguindo fechar bem os arcos de todos os personagens, Ultimato foi um blockbuster que conseguiu me fazer chorar, sorrir e gritar com as cenas. Eu vou sentir saudade da primeira da Marvel, mas também fico ansiosa em como os próximos filmes irão se desenvolver. 

Nós02. Nós

Com Lupita Nyong encabeçando a produção lançada nos primeiros dias do ano, Nós ainda está fazendo burburinho. O filme de Jordan Peele constrói uma narrativa de excelência estruturada sob a metáfora de duas identidades: a sombria e a clara que lutam constantemente para tomar à frente de nossas decisões. Espelhos simétricos da formação da identidade social, desnivelada por quem está acima dos mais fracos. 

5661398.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx01. Como Treinar O Seu Dragão – 3

Também um dos primeiro lançamentos do ano, Como Treinar O Seu Dragão foi a conclusão de uma das minhas animações favoritas. Dotado de um final é surpreendente e um tanto agridoce, o filme aqueceu meu coração e espelhou toda minha emoção nas lágrimas que escorreram pelo meu rosto. O sentimento final é que muito embora eu saiba que Soluço e Banguela vão ter em si para sempre uma parte daqueles garotos que se encontraram em uma clareira, aquilo que eles se tornaram me deixará sempre com a esperança do mundo melhor.


E vocês Corujinhas?
Quais seus favoritos de 2019?

14 comentários sobre “( Lista ) Os melhores de 2019

  1. Oi Jessica
    Não li nenhum dos seus favoritos esse ano ,mas quero ler dois deles..”A guerra do Velho ” ate coloquei na metas do ano e ” Um estranho sonhador” .

    Também não achava que ia gostar de “Stranger Things “,mas acabei gostando.E compartilho da sua opinião, acho que a série tem que encerrar na quarta temporada. Vai ficar muito cansativa se insistirem com a série por muito tempo só por causa de audiência como fizeram com algumas séries…

    Beijos

    Mundinho quase perfeito

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi, Jessica como vai? Muito bacana os seus favoritos escolhidos por você no ano que se findou. Eu li “Matéria Escura” e muito embora não tenha ficado entre minhas leituras prediletas de 2019 eu gostei muito do livro. Outro livro que li e muito me agradou foi “Guerra do Velho” muito embora este livro também não tenha ficado entre os meus favoritos do ano que se findou. Quanto as séries, este que vos escreve não é de acompanhar com afinco todo esse conteúdo cinéfilo que a Netfix impõe para deleite daqueles que amam esse passatempo. Assisti muito pouco série em 2019. Contudo “Stranger Things” me conquistou, se tornando o meu preferido. Quanto aos filmes eu não assisti a praticamente nada de relevante ao ponto de eu favoritar. Adorei as suas escolhas, certamente você é uma mulher de gosto pessoal bastante refinado, por assim dizer, muito embora haja bastante conteúdo “popular” entre eles. Eu particularmente até gosto de alguns conteúdos populares, muito embora raramente os favorite em alguma categoria de minha preferência. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    Curtir

Deixe uma resposta para Leyanne Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.