( Lista ) Livros para ler (ou tentar) esse ano.

No começo do ano, eu sempre elejo alguns lançamentos do ano anterior como metas de leitura pro vigente.  Isso, porque muito embora meu cérebro tenha uma tendencia a estabelecer metas de leitura, as vezes ele muda de ideia e acabo deixando leituras muito esperadas de lado. Não longe dessa realidade, em 2019 saíram livros bem bacanas que eu cogitei começar a ler mas acabei deixando de lado por questões de animação. Mas como o brasileiro nunca desisti, resolvi criar uma lista com 05 livros que espero ler no decorrer de 2020, que tanto são lançamentos do ano passado como livros mais antigos que me chamaram atenção este ano. 

O ano da graça1. O Ano da Graça – Kim Liggett

O livro narra sobre o Condado de Garner, uma sociedade patriarcal onde as garotas aprendem desde cedo que sua existência é uma ameaça, pois acredita-se que jovens mulheres detêm poderes obscuros e, por isso, ao completarem dezesseis anos, são enviadas a uma espécie de campo de trabalho, no qual devem permanecer durante um ano para se “purificar”. Mas nem todas retornam vivas e as que voltam parecem diferentes. No Condado de Garner, é proibido falar sobre o Ano da Graça. Mas Tierney está pronta para subverter as regras.

Os Testamentos2. Os Testamentos – Margaret Atwood.

Apesar de achar um Quinze anos após os eventos de O conto da Aia, o regime teocrático da República de Gilead aparentemente se mantém firme no poder, mesmo após as sucessivas tentativas de insurgência. Mas há sinais de que suas engrenagens começam a se deteriorar. Nesse momento crucial da história política do país, as vidas de três mulheres radicalmente diferentes convergem, e as consequências deste encontro poderão ser explosivas. Duas delas cresceram em lados opostos da fronteira: uma em Gilead, criada em meio a privilégios como filha de um importante Comandante, e outra no Canadá, onde frequenta a escola, trabalha na loja dos pais, participa de protestos anti-Gilead e assiste na TV às notícias sobre seus horrores. Os testamentos dessas duas jovens, que fazem parte da primeira geração a chegar à idade adulta nessa nova ordem mundial, são entrelaçados por uma terceira voz: o revelador manuscrito de uma das executoras do regime, uma mulher que exerce sua autoridade implacável por meio do acúmulo e da manipulação de segredos de Estado que podem ameaçar todas as estruturas do poder. Segredos dispersos e há muito enterrados, capazes de unir essas três mulheres, fazendo com que elas encarem quem realmente são e decidam até onde podem ir em busca do que acreditam.

Recursão3. Recursão – Blake Crouch

A neurocientista Helena Smith está desenvolvendo uma tecnologia para a cura do Alzheimer. A cada semana, mais lembranças se apagam da mente de sua mãe e, aos poucos, é como se Helena a perdesse para sempre. Inesperadamente, ela é abordada por um dos homens mais ricos do mundo, que se oferece para financiar sua pesquisa de retenção de memórias. Helena vê surgir a chance de proporcionar um grande bem para a humanidade: a cura do Alzheimer e, quem sabe, da síndrome que assola o mundo. No entanto, não poderia estar mais enganada… A tecnologia que deveria salvar vidas acelera a marcha galopante do caos, gerando uma guerra pelo poder e criando recursos que começam a esfacelar a realidade. O tempo não é mais como o conhecemos, e Barry e Helena terão de se unir se quiserem sobreviver – e salvar a todos nós.

As des-vantagens de morrer depois de você.jpg4. As dez-vantagens de morrer depois de você – Fernanda de Castro Lima.

Gabriela Muniz tem dez desafios a cumprir, um mais desconcertante que o outro. Saltar de paraquedas é só o começo ― ela ainda vai ter que distribuir abraços a desconhecidos, aprender a dançar, cantar para uma multidão, entre outros itens da lista que sua amiga Júlia deixou para ela. A ideia surgiu em uma tarde em que as duas não tinham muito o que fazer: inventar dez coisas para a amiga cumprir caso a outra morresse. E que fossem coisas absurdas, já que, aos dezessete anos, a morte era algo muito, muito distante.
Mas, quando Júlia sofre um terrível acidente, resta a Gabriela a memória de sua melhor amiga ― e a lista de desafios, que agora terão de ser cumpridos. Entre situações que tiram a pacata Gabriela completamente da zona de conforto ― é sério que a Júlia incluiu “Se apaixonar” na lista? ―, ela talvez aprenda que a vida pode ser mais leve quando vivida com alegria e intensidade, e que coisas mágicas acontecem quando a gente se abre para o mundo.

Mulherzinhas5. Mulherzinhas – Louisa May Acolt. 

Talvez você não tenha ouvido falar de Louisa May Alcott, mas deve ter ouvido a respeito de Jane Austen. Pode ser que não tenha visto o filme “Adoráveis mulheres” de 1994, estrelando Winona Ryder, mas talvez tenha visto “Lady Bird” de 2017, dirigido por Greta Gerwig. Ao longo das páginas de Mulherzinhas, o leitor entenderá o que une essas obras: fortes personagens femininas que marcaram e continuam a marcar gerações. Acompanhe as aventuras, dores, desilusões amorosas, perdas e aprendizados das irmãs March e descubra o que torna esse livro um dos mais queridos e relevantes da literatura mundial.


E vocês corujinhas?
Tem planos de leitura para 2019.

 

16 comentários sobre “( Lista ) Livros para ler (ou tentar) esse ano.

Deixe um comentário. Ele será sempre bem vindo e respondido. Caso tenha um blog, deixe o link que assim que der eu irei visitar ;-)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.