( Resenha ) Matéria Escura – Blake Crouch

Matéria Escura é o primeiro livro que eu realmente gosto em quase um mês. Depois de leituras um tanto fracas, fiquei receosa que o problema fosse comigo e que tinha perdido a capacidade de aproveitar um bom livro. Entretanto, assim que comecei essa obra de Blake Crouch porém, fiquei fascinada com a maneira inteligente que o autor conduz a narrativa. Em um mundo de possibilidades, Crouch busca nos apresentar uma parte da infiticidade das consequências de cada uma delas.

images (1).jpegTítulo: Matéria Escura
Autor: Blake Crouch
Editora: Intrínseca
Ano: 2018
Páginas: 352
Avaliação: ⭐️ ⭐️ ⭐️ ⭐️
Encontre: Skoob | Amazon
Sinopse: ”VOCÊ É FELIZ COM A VIDA QUE TEM?” Essas são as últimas palavras que Jason Dessen ouve antes de acordar num laboratório, preso a uma maca. Raptado por um homem mascarado, Jason é levado para uma usina abandonada e deixado inconsciente. Quando acorda, um estranho sorri para ele, dizendo: “Bem-vindo de volta, amigo.” Neste novo mundo, Jason leva outra vida. Sua esposa não é sua esposa, seu filho nunca nasceu e, em vez de professor numa universidade mediana, ele é um gênio da física quântica que conseguiu um feito inimaginável. Algo impossível. Será que é este seu mundo, e o outro é apenas um sonho? E, se esta não for a vida que ele sempre levou, como voltar para sua família e tudo que ele conhece por realidade? Com ritmo veloz e muita ação, Matéria escura nos leva a um universo muito maior do que imaginamos, ao mesmo tempo em que comove ao colocar em primeiro plano o amor pela família. Marcante e intimista, seus múltiplos cenários compõem uma história que aborda questões profundamente humanas, como identidade, o peso das escolhas e até onde vamos para recuperar a vida com que sonhamos.

Se dissesse que Blake Crouch tem uma narrativa empolgante seria um eufemismo. Apesar de estar lidando com a ficção científica, Crouch pauta sua história entre ação e uma pitada de drama tornando-a fácil de ler e completamente irresistível. O livro vai do início ao fim em um ritmo frenético. Algo que também pode ser creditado a simplicidade narrativa dentro de um enredo intricado. 

Como um bom sci-fi, o ponto principal é a temática abordada, que tem origem em um tema comum derivado de uma multiplicidade de histórias nas diferentes plataformas de conhecimento. Entretanto, a maneira com o qual o autor a conduz a trama é inovadora, pois além de trazer uma nova perspectiva a narrativa, também utiliza de termos simples que ajudam o leitor a se inteirar na trama para garantir o entendimento.

Não há avisos quando tudo está prestes a mudar, a ser tomado de você. Nenhum alerta de proximidade, nenhuma placa indicando a beira do precipício. E talvez seja isso o que torna a tragédia tão trágica. Não é apenas o que acontece, mas como acontece: um soco que vem do nada, quando você menos espera. Não dá tempo de se esquivar ou se proteger.

Mas se pudesse elencar meu ponto favorito na narrativa, foi o personagem principal e os motivos que conduziram sua jornada. Jason é tridimensional. Suas reflexões acerca da vida denotam um significado amplo para todos nós. A obra nos faz pensar sobre nossas escolhas, nossos erros, nossos acertos; se somos felizes com a vida que levamos e o que seríamos capazes de fazer para retornar a nossa família. A triagem das nossas ações que espelham em nosso mundo e não apenas em nós mesmos.

É a grande beleza da juventude. A ausência de peso que a tudo permeia porque ainda não houve nenhuma escolha errada, nenhum caminho tomado, e a estrada que se bifurca num ponto adiante é cheia de puras e ilimitadas possibilidades.

Matéria Escura é uma das melhores leitura do ano até o momento. Sagaz, divertido e emocionante Blake Crouch é um autor que pretendo ficar de olho. Em uma obra permeada de ciência e aventura, traz uma narrativa intimista e marcante que demonstra o peso das nossas escolhas e até onde podemos ir para recuperar a vida que amamos. 

29 Respostas para “( Resenha ) Matéria Escura – Blake Crouch

  1. Olá, Jéssica.
    Desde ontem ando fuçando seu site. Não tenho muito trânsito pelo WordPress, embora seja uma ótima plataforma.
    Gostei bastante da postagem sobre cinco livros relacionados a câncer.
    Percebo que temos nichos diferentes de leitura. Mas há algo que sempre se toca.
    Desconhecia este livro Matéria Escura bem como seu autor. O título é chamativo e me faz recorda a Gray Matter de Breaking Bad e, não sei o porquê, as “partículas elementares” de Michel Houellebecq. Loucurinhas de minha cabeça, como dizia uma ex namorada.
    Não leio quase nada da Intrínseca, aliás. Mas este romance parece realmente bom.
    Abraços!

    Curtir

  2. Oie…
    Tenho escutado muitos elogios com relação a esse livro. Tenho ficado cada vez mais curiosa para ler esse livro já que curto muito ficção científica. Amei o post, parabéns. Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oii, Jess! Vamos lá, primeiro eu preciso dizer que adorei a nova carinha do blog ❤ Depois, que há pouquíssimo tempo eu passei por uma situação semelhante, onde lia livros que me proporcionavam uma experiência ok, e mesmo sabendo que eles tinham potencial, não conseguiam me empolgar de vdd. Ainda bem que saí dessa também hehehe. Enfimmm, sobre esse livro, sou suspeita pra falar, porque adoooro essa história. Li ela em pouquíssimos dias, e ela foi tão surpreendente. Fora que ela aborda uma das minhas teorias favoritas da física quântica, e não por acaso essa é minha parte predileta do livro, quando minha cabeça simplesmente explodiu! Hahaha. Mas o melhor mesmo são as mensagens que ele é capaz de transmitir, não é? Deu até vontade de reler, rs. Adoreiii a sua resenha! Bjs.

    http://abducaoliteraria.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oi, Jessica!
    Já vi a capa desse livro diversas vezes e nunca tinha me chamado atenção. Não sabia que tinha uma história tão interessante.
    Adorei a resenha.

    Beijos
    Construindo Estante || Promoção de aniversário do blog

    Curtido por 1 pessoa

  5. Olá, Jessica.
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro. A sinopse dele é muito interessante, mas ainda fico na dúvida sobre ler porque esse gênero não é um dos meus favoritos. Fico com medo de ficar perdida hehe.

    Prefácio

    Curtido por 1 pessoa

  6. Oi, Jess!

    Ainda não conhecia o livro, mas só pela sua resenha já deu pra perceber como é impactante e tem muito o que acrescentar com as reflexões que levanta quanto às nossas escolhas. E tantas delas nos deixam em dúvida, não é? Qual caminho tomar, arriscar ou permanecer na zona de conforto, nunca saberemos se aquela foi de fato a melhor escolha.

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário. Ele será sempre bem vindo e respondido. Caso tenha um blog, deixe o link que assim que der eu irei visitar ;-)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.