(TAG) O PRIMEIRO LIVRO

Olá Corujinhas.

Um dos meus passatempos favoritos na vida é passear no you tube em busca de tags para fazer. Recentemente, o Geek Freak lançou a Tag do Primeiro Livro que reúne nossas primeiras impressões em um único lugar. Como estou me sentindo nostálgica nos últimos tempos, resolvi trazê-la para blogsfera já que não possuo canal, mas todos os créditos vão para o Victor Almeida.

01. O primeiro livro que te introduziu ao hábito da leitura.

o codigo da vinciQuando era mais nova, não tinha exatamente o hábito de leitura. Existiam grandes empecilhos e apesar de gostar bastante dos gibis da Turma da Mônica, não era habitual para eu ler. Até mesmo quando pegava livros na biblioteca e os levava para casa, me cansava nas primeira páginas e ia fazer crochê. Entretanto, aos doze anos, meu irmão me disse que eu nunca conseguiria terminar um livro, principalmente o que eu pegara naquela semana. De birra, li o livro inteiro em um dia e me apaixonei pelo enredo. De modo que posso dizer que O Código da Vinci de Dan Brown me fez a leitora que sou hoje

02. O primeiro livro que te apresentou à um gênero novo.

o duque e euDe certa forma, nunca tive problemas para ler gêneros diversos já que não acredito muito nessa história de zona de conforto. Mas se tinha um tipo descriminado na minha árdua vida literário era o romance de época. Não que não gostasse, mas simplesmente não via interesse. Entretanto, em meados de 2014 em um grupo de wattsapp, conheci uma moça que me indicou as obras da Julia Quinn. Um mês depois já havia lido os quatro primeiros livros e estava perdidamente apaixonada pelas obras do gênero

03. O primeiro livro favorito.

transferir (1)Harry Potter! Claro que O Código da Vinci foi um dos meus favoritos, mas inicialmente, Harry Potter e a Ordem da Fênix era o inabalável. Aquele livro que quando eu li fiquei em êxtase e que indicava para as pessoas direto. Hoje não seria o meu primeiro indicado, mas com certeza ainda recomendo muito a leitura para vocês. A J. K. Rowling é uma das maiores autoras de fantasia e de certa forma, ela inaugura uma nova vertente no gênero trazendo humor para as páginas.

04. O primeiro livro que te fez chorar.

a ultima musicaMe fazer chorar é realmente difícil. Não diria que é porque sou insensível, mas porque as temáticas não são próximas de mim o que torna a empatia mais dificultosa de ser conquistada. Entretanto, A Última Música do Nicholas Sparks me fez chorar bastante durante a narrativa, por conta das relações familiares. Por – naquela época – ter uma relação tumultuada, me senti parte de Ronnie e como tal os sentimentos dela despontaram no meu peito.

05. O primeiro livro que você detestou. 

peça-me o que quiserAcho que já falei desse livro diversas vezes, mas houve um tempo depois de Cinquenta Tons de Cinza me fez criar uma paixão por romances eróticos. Pensando nisso, li diversas obras do gênero para conhecer personagens problemáticos. Porém o que me chamava atenção a história por baixo de tudo, de modo que Peça-me O Que Quiser me deixou chocada pela pouca história que possui. Se bem que pouca é um eufemismo. Além de ter uma protagonista sem um pingo de amor próprio, existe um looping eterno de situações. Odiei tanto, que depois que terminei essa obra, nunca mais me aventurei pelo gênero.

06. O primeiro calhamaço que eu li.

terras metalicasQuestões de calhamaço são sempre duvidosas, até porque não existe uma definição para um número de páginas que configuram um calhamaço. Mas falando por mim mesma, como uma pessoa acostumada com 400 páginas, ler Terras Metálicas de 616 foi um desafio e tanto. No auge das distopias, Terras Metálicas foi uma obra sensacional, nacional, que me fez ficar acordada à noite e se tornou uma das minhas favoritas do gênero. É realmente uma pena que não tenha alcançado um bom hype, porque, sinceramente, ela eleva a literatura nacional à outros nível.

07. O primeiro livro fora da sua zona de conforto. 

Essa deve ser a única sem resposta. Eu não tenho exatamente uma zona de conforto. Sempre considerei literatura como algo diversificado e nunca tive dificuldade de migrar de um gênero para outro. Não acredito que eu possua alguma zona de conforto.

08. A primeira série que você leu (sem ser Harry Potter).

a-mediadora-a-terra-das-sombras.jpgA primeira série que li não foi Harry Potter. Foi A Mediadora da Meg Cabot pelo qual me apaixonei perdidamente. Eu sempre havia sido uma leitora de livros únicos – algo que continua na minha vida. Mas quando conheci a obra por um blog, fiquei interessada na premissa e em uma semana já havia finalizado à série completa. Diria que é uma das séries perfeitas para quem está começando. Cabot entrega uma protagonista divertida, levemente sarcástica envolta em mistério e um romance adolescente nada bobo.

09. O primeiro livro que você pensou que jamais gostaria, por ser de um gênero que você não tinha costume, e amou;

a hospedeiraComo não posso citar por gênero, acho que posso mudar o contexto citar o livro por conta do autor. Várias vezes, entre os doze e os dezesseis anos, tentei ler Crepúsculo da Stephenie Meyer e nunca conseguia chegar ao fim. Assisti aos filmes com aquela sensação de blé, na tentativa de me convencer de que – se eu quisesse – poderia realmente gostar da obra. Claro que isso nunca aconteceu, existem diversos fatores que me fazem não gostar de Crepúsculo e por isso tinha preconceito com as obras da autora. Curiosamente, quando Meyer lançou A Hospedeira, não quis ler por ter a certeza que não iria gostar. Mas entusiasmada pelo meu primo, acabei realizando a leitura e gostei imensamente da obra. Claro que ainda possuo uma ressalva, mas posso salientar que Stephenie Meyer é o motivo pelo qual estou retentando ler obras de autores com quem tive péssimas experiências.

10. Primeiro Guilt Pleasure (um livro que você amou, mas hoje não entende o porquê).

A SeleçãoA Seleção é um dos únicos que olhando para trás percebo o quanto estava errada. Imaginem que na época, o romance bastava e a priori acreditei mesmo que tinha gostado do enredo. Entretanto, a medida que penso sobre a série, noto que não existe nenhum grande desenvolvimento nela para além desse romance. As questões levantadas pela autora – castas, rebelião – permaneceram com pontas soltas. Assim, por mais que o romance tenha sido satisfatório, me incomoda que a Kiera tenha escrito todo um enredo para somente servir de base, sem intenção de criar algo relacionado àquilo.

20 Respostas para “(TAG) O PRIMEIRO LIVRO

  1. meu coraçãozinho transborda quando vc dá uma nova chance a um livro hehehe
    Amei a tag! já quero responder tb 🙂
    Lembro do seu trabalho sobre 50 tons e achei o máximo.
    A seleção nunca li e acho que nunca lerei, tenho a impressão que ele é realmente para leitores iniciantes.

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

  2. O Duque e Eu foi o primeiro livro de romance de época que li também! Hoje em dia, sou viciada em livros assim, rs.
    E eu concordo com você sobre A Seleção, quando li eu achei muito bom naquela época, aí hoje às vezes quando vejo ele em algum lugar, eu fico pensando porque gostei dele, aí penso em reler para confirmar o que teve nele que me fez gostar, mas cadê a coragem? Rs.
    Amei a TAG e as suas respostas!
    Bjo
    ~ Danii

    Curtido por 1 pessoa

  3. Simplesmente amei a Tag e suas respostas!
    Achei muito interessante você colocar Harry Potter e a Ordem da Fênix é o meu preferido do Harry , porém já o filme.. o filme dele pra mim é com certeza a minha maior decepção em relação a filmes até agora..
    Todos os outros livros principalmente Dan Brown e a série dos Bridgertons estão com carinho no meu coração também! hihihi

    Curtido por 1 pessoa

  4. Amo muito TAG, é um momento mais descontraído e excelente oportunidade de indicar vários livros maravilhosos ao mesmo tempo.
    Conan Doyle foi o responsável pela minha paixão por livros, seguido do maravilhoso Jules Verne. Dei uma parada na época da faculdade, e Dan Brown me ajudou a retomar o ritmo com “Ponto de Impacto”, uns dos meus preferidos do autor.
    Não sou uma pessoa chorona lendo, choro mais assistindo, mas “Relíquias da Morte” e “A esperança” me fizeram chorar. Beijos, amei o post.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Ei Jess

    Que tag divertida, realmente os primeiros são sempre inesquecíveis. Eu sempre fui de ler desde criança, mas no início eram gibis e livros da disney ilustrados. O primeiro livro que li foi O Pequeno Vampiro (eu tenho ele até hoje, meu xodózinho), depois fui caminhando para livros da série Vagalume e outros e mais outros e me tornei a leitora que sou hoje. O Duque e Eu também foi uma introdução aos romances de época, depois disso acabei me apaixonando pelo gênero. Ainda preciso ler O Código da Vinci, apesar de conhecer a trama pelo filme, fico colocando e tirando ele da lista de leituras. Vamos ver se este ano consigo mantê-lo na minha lista giganta hahahaha

    Amei suas respostas!
    Bjokas da Elo!
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com/

    Curtido por 1 pessoa

  6. Que legal essa tag, enquanto lia fiquei aqui imaginando quais seriam minhas respostas e me deu certa nostalgia.
    Eu também tinha um negócio pelos romances de época, uma visão errada pra ser sincera, até que li um da Julia também e me rendi. Hoje é um dos meus gêneros favoritos.
    Também chorei muito com o A última música, mas sem comentários, eu sou muito chorona, me emociono e já choro hahaha.
    E por fim, também nunca consegui ir com Crepúsculo até o fim, mas tenho curiosidade com o A hospedeira. Quem sabe uma hora eu leio!!!

    bjs

    Curtido por 1 pessoa

  7. Que legal essa tag! Também sou super nostálgica e adoro ficar relembrando minhas primeiras impressões das coisas, só não sei se teria memória pra responder isso tudo xD

    Mas adorei as suas respostas! Interessante que O Código da Vinci te introduziu ao mundo da leitura. Li esse livro na época do hype e gostei bastante também, adoro a escrita do Dan Brown, apesar de muita gente hoje em dia criticar. Fiquei curiosa com o calhamaço que você leu. Uma distopia desse tamanhão deve ser muito bem trabalhada. ;o

    Adorei o post!

    Beijos,
    Isa
    taglibraryisa.blogspot.com

    Curtir

  8. Oi, Jess!

    Ahhh adorei essa tag! O Duque e eu também foi o primeiro livro que li de romance de época, foi graças a ele que comecei a curtir o gênero e não larguei mais <333 Acho que A Mediadora também foi uma das primeiras séries que li, e amei muito! Das séries que na época eu gostei e hoje não gostaria mais, acho que tenho várias pra citar kkkk mas ao menos na época me fez muito bem inclusive, então acho que temos que considerar isso, a não ser aquelas que atualmente temos uma visão completamente diferente a respeito

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário. Ele será sempre bem vindo e respondido. Caso tenha um blog, deixe o link que assim que der eu irei visitar ;-)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.