(Resenha) Meu Romeu – Leisa Rayven – Livro 01

Nunca fui o tipo de pessoa que gosta de New Adult, mas Meu Romeu me chamou atenção desde o princípio e nada disso tem haver com a prerrogativa Shakespeariana que traz em seu título. Três anos depois do meu primeiro contato com a obra, posso dizer que a história foi sim excelente muito embora não tenha alcançado minhas expectativas.

Título: Meu Romeu | Título Original: Bad Romeu | Autor: Leisa Rayven| Editora: Globo Alt | Ano  2015| Páginas: | Avaliação: ⭐⭐⭐| Encontre: Skoob| Saraiva | Amazon

meu romeu

Sinopse: Cassie está prestes a realizar o grande sonho: estrelar um espetáculo na Broadway. O que ela não esperava era ter que enfrentar o reencontro com o ex-namorado, que será novamente protagonista ao seu lado, em uma peça cheia de romance e cenas quentes. Trabalhar com Ethan traz o passado à tona, e lembra a Cassie que o que existe entre eles vai muito além de simples química.

O amor não pode ser encontrado onde ele não existe, nem pode ser escondido onde ele realmente está.

Leisa Raven tem uma escrita boa, porém um livro mediano. Com poucas descrições físicas, muito sentimentalismo e grandes personagens, Leisa não consegue o principal que é a manutenção de um bom enredo. O maior ponto do livro e pior, paradoxalmente, é a escrita versus narrativa da autora. Muito embora Rayven consiga deixar o leitor atento as necessidades de suas personagens, na hora de criar o principal (o enredo) a autora se perde na superficialidade do erotismo.  Assim, apesar da escrita se excelente para nos fazer crer nos sentimentos dos personagens, o enredo torna-se fútil.

Querida Cassandra, às vezes, não é questão de consertar o que está quebrado. Às vezes, é questão de recomeçar e construir algo novo. Algo melhor

A história se desenrola em passado e presente para que entendamos como Cassie e Ethan foram modificados pelas suas trajetórias. Cassie foi minha personagem favorita por todas nuances que a personagem conseguiu trazer. Sem se perder no estereotropismo típico demais (personagens com sentimentos excessivos), Cassie tem a dose certa de timidez no passado e de amargura no presente. A garota foi construída para se tornar independente das amarras sociais, ao mesmo tempo que não consegue se desvencilhar dos medos de não ser aceita. Os motivos de Cassie são aprofundados e muito antes de uma personagem, enxergamos à nós ou as nossas amigas.

Infelizmente, o mesmo não pode ser dito de Ethan. Nunca gostei de personagens que fazem o esteriótipo bad-boy com bom coração e para Ethan isso não foi diferente. O engraçado é que se Rayven consegue revelar os segredos sentimentais de Cassie à luz do existencial, com Ethan a coisa não flui o personagem se torna só mais um exemplar masculino do gênero. Não consegui acreditar nas suas emoções e muito entender os motivos que pareceram infantis.

Uma opinião não precisa ser verdade para mais ninguém no mundo além de você. Para de tentar agradar a porra de todo mundo e diga o que você pensa.

Meu Romeu tem uma proposta interessante, mas um desenvolvimento que deixa a desejar. Muito embora não descarte a possibilidade de ler os próximos livros da trilogia, tenho que admitir que minhas intenções estão em baixa. Leisa Rayven tinha um mundo brilhante é uma pena que os seus reflexos não conseguiram chegar até os recantos mais profundos da obra.

 

18 comentários sobre “(Resenha) Meu Romeu – Leisa Rayven – Livro 01

  1. Oi Jess! Dessa trilogia eu só li o terceiro. Isso mesmo, comecei por “Coração Perverso” hahahha. Lembro que li a premissa dele, que falava que era independente dos dois primeiros, gostei e li. E lendo sua resenha sobre esse primeiro, concordo com algumas coisas com relação a escrita da autora. Gostei do livro, mas também com algumas ressalvas. Acredito que eu não iria gostar de Meu Romeu pq também não tenho saco pra personagem bad boy de bom coração. Já deu, gente! Kkkkk

    Beijos ❤
    http://abducaoliteraria.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu vi o titulo e pensei: Ué, tem colaborar no blog da jess, ela não le essas coisas… hahahah
    Eu tô com esse livro a seculos pra ler, mas sabe quando fica com o pé atras, então…
    Mas acredite ou não, sua resenha me fez querer ler, pq ao contrário de ti eu amo um cara que parece Bad, mas é bonzinho hahaha

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oie!!

    Embora não faça muito um estilo de leitura que aprecio, eu fiquei curiosa com esse livro por causa de uma amiga.
    Mas, não rolou pra mim e eu acabei não terminando. Esse tipo de bad boy de bom coração não tenho paciência e a mesmice acaba me desanimando.
    Poderia ter sido bom, mas é uma pena a autora ter se perdido tanto.

    bjs

    Curtido por 1 pessoa

  4. Ei, Jess! Tudo bem?

    Venho lendo muitos comentários sobre a autora e confesso que já procurei saber mais sobre seus livros, mas sua resenha reafirmou algumas opiniões que eu já sabia e imaginaria que seriam os meus problemas com a obra. Não fico muito interessada na trama, até porque estou cansada da mesmice do New Adult, mas o que me desagrada é a superficialidade a forma que a autora levou. Não tenho problemas com livros eróticos, mas detesto quando o sexo se sobressai ao resto da história.
    Adorei ler sua resenha, muito legal ver a sinceridade e sua opinião real.

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Fernanda Pedotte Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.