[L.I.S.T.A] 05 Livros Com Finais Desastrosos. 

Oii gente. Boa noite. Como vão? Espero que estejam tendo ótimas leituras e que todos os dias sejam como ganhar livros novos. Hoje estou aqui para mais uma lista em parceira com a Ket (Blog: Parabatai Books) e dessa vez é pra falar sobre livros com finais desastrosos. Desastrosos é uma palavra abrangente, mas eu escolhi o significado mais literal da palavra relacionados a livros que foram bons em suma, mas que o final de alguma forma foi ruim.

1. Estilhaça-me – Tahereh Mafi.

image

Apesar de ter gostado bastante do enredo da o primeiro livro da serie homônima de Mafi, eu não gostei muito do final porque o achei bem forçado para dizer a verdade. Mais ou menos o último capítulo da história que me remeteu a uma coisa meio X-Men e que, puxa a vida, foi bem ridículo. Acho que esse é o principal motivo de eu não ter tido interesse para ler as continuações dos livros (além do spoiler que eu recebi), embora volta e meia eu tento meio que me forçar a dar continuidade a história par desvendar se vou até o fim com ela ou não.

2. A Cura Mortal – James Dashner.

image

Este livro é daquele tipo 8 ou 800. Ou você gosta muito ou vai detesta-lo. No meu caso foi a segunda opção que me ocorreu. Isto porque o final (entre aspas) de Maze Runner foi – na falta de palavra melhor – “broxante”. Eu esperava muito mais da série e nada me tira da cabeça que o autor simplesmente não fazia a menor ideia de como terminar os livros, pois as perguntas que deviam ter sido respondidas nesse desfecho da história do Thomas não foram – e nem no livro seguinte para falar a verdade – e isto torna o final do livro desastroso.

3. A Escolha – Kiera Cass.

image

Outro livro que eu gostei bastante do enredo e da história em si, só que assim como Maze Runner foi mal acabada. Eu parto do princípio que o autor tem um pacto com o leitor e que os finais podem ser abertos em determinadas situações que seriam de certa forma compreensíveis – como é o caso de Caixa de Pássaros que é óbvio que tinha que ser daquela maneira -, mas quando se trata de uma questão levantada pelo autor aí seria outros quinhentos. E foi por isso que achei desastroso, porque embora a parte romântica do livro tenha sido abordada e terminada com bastante “classe” pela autora, não é possível dizer a mesma coisa sobre o ambiente político que foi resumido a praticamente ⅓ de página pela autora e eu não gostei em nada disso.

4. Extraordinário – R. J. Palácio.

image

Esse, me julguem, mas eu não gostei. Achei muito clichê pro meu gosto. Apesar do final não ter sido ruim ou sem noção, eu fiquei decepcionada com ele porque eu esperava muito mais da história porque todos me diziam que o livro fazia juz ao seu nome sendo surpreendente. Mas sério, eu não vi nada realmente diferente nele. Apenas um punhado de uma história que eu já vi em vários lugares: um garoto com “deficiência” que é meio que odiado por ela mas que no fim das contas se prova mais do que isso, em outras palavras: Clichê.

5. A Ira dos Anjos – Sidney Sheldon.

image

Um dos meus autores favoritos de todos os tempos é o Sidney Sheldon que sempre soube conduzir ótimas e histórias e por esse motivo sempre me fez esperar bastante dele. No livro A Ira dos Anjos, o problema foi o livro quase todo, mas especialmente o final que eu achei um tanto fora da casinha. E por isso, este livro acabou entrando aqui nesta lista, como um livro de final desastroso pois eu realmente não consegui gostar do final dado pelo autor a este livro.

Então gente esses foram os livros que eu escolhi. Epero que tenham gostado. Beijos.

Anúncios

Fome – Michael Grant – Série Gone – Livro 02.

Sinopse: Já se passaram três meses desde que todos os menores de quinze anos ficaram presos na bolha conhecida como o LGAR. As coisas só pioraram. A comida está acabando, e as crianças à cada dia estão a desenvolvendo novas habilidades sobrenaturais. Logo ocorrerá tensão entre aqueles com poderes e os sem poderes, e poderá ocorrer uma tragédia indescritível, irrompendo o caos. Normais contra os mutantes, e uma batalha com rumo sangrento. Mas há algo escondido que é mais perigoso. Uma criatura sinistra conhecida como a Escuridão começou a chamar os sobreviventes do LGAR. Ela precisa de seus poderes para sustentar a sua própria. Quando a Escuridão chama, alguém vai responder — com consequências fatais.


Apesar de ter menos ação que Gone, seu antecessor, Fome foi incrivelmente superior em vários quesitos – e olha que eu já tinha dado minhas cinco estrelas para o primeiro livro da série. Desta vez, Michael Grant, com sua leitura incrivelmente viciante e apaixonante dá mais luz à forma política em qual se estrutura o LGAR. Mostrando a principalmente a relação entre os normais e os mutantes – chamados de mubs – que vivem naquela bolha, usando como objeto de partida à Fome e assim mostrando como ela é capaz de modificar o ser humano.

Ao olhar a situação como um todo percebi que eu fiquei com muita raiva dos normais e totalmente a favor dos mutantes. Talvez isso, porque eu consegui perceber que muito desses mubs não tem noção dos seus poderes e nem mesmo os quer. E os normais tem, acima de tudo, inveja do que são capazes de fazer e como são capazes de fazer. Assim as pequenas coisas se tornam grandes (um pássaro que um mub conseguiu caçar usando seu poder se torna um indício de que eles tem as melhores coisas e que os normais vão ser deixados de lado…) e foram tornando-se uma bola de neve que ficava cada vez maior, até que por um erro e por um falso desejo de vingança usado apenas para atiçar a população se faz do estopim para a uma guerra que pode destruir e piorar ainda mais a situação do LGAR.

No centro desse grave problema é que está Sam, que aparenta cada vez mais cansaço de ter que lidar com os problemas de outras pessoas além dos dele. Afinal o próprio garoto só tem quinze anos e já foi impelido a assumir tanta responsabilidade. Sinto uma certa pena de Sam já que quase todas as crianças do LGAR o veêm como o “adulto” responsável que vai resolver todos os seus problemas. E quando eu digo todos, realmente são todos desde à discussão para o nome de um cachorro, para o problema da escassez de alimentos até a ameaça iminente de Cane voltar a atacar Praia Perdida. Por isso é notável durante todo o livro o nível de stress e de culpa pelas mortes que aconteceram e que vem ocorrendo para o rapaz.

Fome foi uma leitura muito espetacular. Capaz de fazer pensar, gritar, enraveicer e nos fazer torcer em cada pedacinho do livro. Há vários pontos na história que nos deixam de queixo caído e que só não menciono para não dar spoiler. Porque tudo se transforma em algo maior o qur me faz já ficar louca para começar o terceiro livro.

Título: Fome
Título Original: Hunger
Serie: Gone
Autor: Michael Grant
Ano: 2011
Editora: Galera Record
Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

[N.O.T.I.C.I.A]Evento E Lançamento de Livros.

Oii gente. Depois de um jejum de quase duas semanas sem postar nada aqui no blog quero dar uma notícia especial para você que mora em São Paulo – SP. Na verdade serão duas super legais e dois eventos que irão acontecer em SP. 

Neste sábado, no dia 22 de outubro vai rolar os lançamentos de livros dos autores Bianaca Briones e Athos Briones pela editora Gutterberg. O lançamento acontecerá no seguinte endereço.

  • Saraiva Mega Store, Center Norte.
  • Travessa Casalbouno, 120.
  • Loja 414,Vila Guilherme.
  • CEP: 02047-050 – São Paulo – SP.
  • 02089, São Paulo.
  • As 15h00.

Os livros que serão lançados se chamam Como Se  Fosse Magia da Bianca Briones e Muito Mais Que O Acaso de Athos Briones. Não percam.

O segundo envento vai ser o da nossa parceira aqui no blog, a linda escritora Mari Scotti que organizou um Clube do Livro especial para falar sobre romances de época. Os livros escolhidos foram Montanha da Lua de Mari e O Duque e Eu da Julia Quinn.

Vai acontecer  no seguinte endereço.

  • Livraria Leitura.
  • Avenida Paulista, 2ª andar.
  • São Paulo – SP
  • Mais informações: Ligar para (11) 3595-9057

Acontecerá no também nesse sábado, 22 de outubro, das 15 as 17 horas. As primeiras pessoas a chegarem vão ganhar lindos brindes.

Para mais informações sobre os eventos entre nos links:

Bjs.

Jess