O Visconde Que Me Amava – Julia Quinn

A série Os Bridgertons da brilhante romancista Julia Quinn tem histórias lindas de amor e sobre os oito irmãos de uma mesma familia. Anthony, Bennedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyancinth. Cada uma contada em um livro diferente e o segundo livro da série O Visconde Que Me Amava  traz Anthony para nossos olhos.

Atormentado pela morte precoce de seu pai, Antony Brigderton sabe que também vai morrer cedo por isso ele deseja se casar com uma mulher simples e bonita que tenha um pouco de cérebro e que ainda ele tenha certeza que não vai se apaixonar por ela. Para isso ele escolhe a jovem, Edwina Shiefild. Porem para conseguir se casar com ela, precisa da aprovação de sua irmã Kate. Porem a jovem é arredia e incapaz de acreditar que um libertino como Antony – fama adquirida em parte por ser verdade e outra parte adicionada pela sociedade – consiga ser fiel a Edwina e portanto um bom marido para ela. Mas Antony não desiste do cortejo. Pelo contrario, continua na cola de Kate para convence-la de que ele tem boas intenções com sua irma. Mas os sentimentos antes de resignação a presença de Kate se tornam uma inegável atração entre os dois.

Divertido e emocionante o livro de Julia Quinn é irrestivel como todos os outros. Assim como O Duque e Eu, não consegui deixar de ler o livro e aquele sorriso bobo e apaixonado não saiu do meu rosto. Os personagens são bem feitos. Cada um com uma personalidade única que nos faz ama-los imediatamente ou detesta-los. Tem uma leitura leve capaz de nos fazer passar horas a fio lendo incansavelmente.

Antony Bridgerton é um homem com difíceis missões na vida. Por ser o mais velho dos filhos tem responsabilidades com seus irmãos mais novos e as contas de sua familia. Antony viu o pai morrer jovem quando tinha apenas dezoito anos e por ama-lo tanto enfiou na sua cabeça que não passaria de sua idade. Com isso, Anthony decide não se apaixonar por sua esposa escolhendo uma mulher que julga incapaz de conquista seu coração. Mas ao se deparar com Kate, seu maior obstáculos, percebe que o amor não se dá pelas nossas vontades. Afinal, Anthony começa a sentir uma atração misteriosa pela garota.

Kate Shiefild é uma mulher sagaz que nao se acha bonita e que faz de tudo para que sua irmã tenha um bom e feliz casamento em sua vida. O maior empecílio que tem em relação a Antony é que o rapaz é considerado pela coluna de fofocas mais badalada da cidade diz que ele é um libertino. E como Lady Whistledown nunca erra Kate tem certeza que ele nao será um bom marido para sua irmã. Mas o que ela não esperava era que Anthony também fosse charmoso e dotado de uma lábia capaz de fazer qualquer dama feliz. A jovem ainda possuí um medo irracional de chuva. E o porque disso, bem só lendo para descobrir kkk.

Bem é isso leitores e leitoras fantásticos desse meu Brasil. Se gostaram dessa resenha, eu gostaria de saber.

Anúncios

Um comentário sobre “O Visconde Que Me Amava – Julia Quinn

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s